PUBLICIDADE
Topo

Kéfera analisa descoberta da bissexualidade: 'Processo difícil'

Kéfera - Reprodução/Instagram
Kéfera Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

16/12/2021 12h20

Kéfera Buchmann sempre falou abertamente sobre feminismo e, recentemente, se descobriu uma pessoa bissexual. No entanto, a atriz e youtuber revela que não foi um processo muito fácil e lamenta o julgamento que ainda existe na sociedade.

"Devemos nos unir e termos empatia e respeito dentro da comunidade. Devemos dar voz e credibilidade a todas as orientações e gêneros. Digo isso porque foi um processo difícil pra mim. Ser bissexual é muitas vezes ser invisibilizado e descredibilizado. Existe muito julgamento como se ser bissexual é ser confuso ou então querer viver na bagunça. E vale lembrar que todos temos fases, e que a tal fase da 'bagunça', que nada mais é do que aproveitar a solteirice e poder ficar com quem quiser, não depende da orientação", diz a atriz em entrevista à Vam Magazine.

Kéfera também fala sobre a 'invisibilidade' dos bissexuais e enfatiza a importância de corrigir caso a pessoa seja atribuída a uma orientação que não seja a dela. "Às vezes, percebo que as pessoas nos colocam num lugar de promiscuidade. As pessoas nos fazem duvidar de nós mesmos quando falam que não é possível nos atrairmos por mais de um gênero. Na rua, se estou com uma mulher, sou automaticamente julgada como uma mulher lésbica e, se estou com homem, sou lida como uma mulher heterossexual. Por isso, acho importante as pessoas bissexuais assumidas não deixarem de corrigir as pessoas que nos relacionam com qualquer outra orientação que não seja a nossa", reforça.