PUBLICIDADE
Topo

Gabriela Duarte faz 35 anos de carreira e diz: 'Não vou virar Tik Toker'

A atriz Gabriela Duarte falou sobre os 35 anos de carreira - Reprodução/Instagram
A atriz Gabriela Duarte falou sobre os 35 anos de carreira Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em Alagoas

02/12/2021 16h07

Completando 35 anos de carreira como atriz, Gabriela Duarte, de 47 anos, diz que mesmo sendo adepta das redes sociais, não tem pretensões de se tornar uma "Tik Toker". Para ela, viver em um período em que a comunicação é dominada pelas mídias virtuais é um desafio.

Em entrevista ao site da Heloisa Tolipan, a artista conta como enfrenta a cobrança por produtividade, e afirma que não se deixar levar por esse tipo de pressão foi algo que aprendeu a lidar com a idade.

"A maturidade te mostra como não cair mais nisso. A cilada de achar que eu preciso ser o que não sou, forçar a barra. Não vou agora virar uma Tik Toker, com todo respeito a essa geração que está toda envolvida nisso, faz parte, está ligado a este momento, essas pessoas que vivenciam isso. Mas não serei uma blogueira, não está na minha natureza. Até já me passou pela cabeça, mas não dá", declarou.

Longe das telinhas desde a novela "Orgulho e Paixão", que foi ao ar na TV Globo em 2018, Gabriela explica que a pandemia de covid-19 levou ao adiamento de algumas produções de que participaria. Com o tempo livre, a artista aproveitou para se dedicar à paixão pela leitura, e investiu na construção de um projeto capaz de unir entretenimento e educação, com a ajuda da amiga Tatiana Vela.

"Sempre nos conectamos através da paixão pela leitura e criamos o "Afinidades Literárias", que começou como uma página no Instagram, mas está se transformando em um projeto maior, de incentivo à leitura, educação, conhecimento de autores", contou.

Na entrevista, a atriz também falou sobre sua relação com Regina Duarte, mas evitou opinar sobre o apoio da mãe ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL), de quem não é simpatizante.

Limitou-se a dizer que ela e Regina, que ocupou o cargo de secretária de Cultura do governo, não são "a mesma pessoa" e não pensam de forma "igual". Ressaltou, ainda, que não se sente cobrada "pelas opiniões e atitudes" da mãe.

"E o melhor de tudo é que isso não muda o meu amor pela minha mãe, e o dela por mim. O que dá para tirar de bom de tudo isso é que toda a minha busca pela identidade profissional, pessoal, não foi em vão", completou.

Em abril, durante entrevista ao jornalista Pedro Bial, no programa "Conversa com Bial", Gabriela Duarte já havia destacado o fato de ela e Regina terem opiniões contrárias em relação a Jair Bolsonaro, e que esse é um assunto que elas evitam comentar.

Por fim, a atriz revelou que nas eleições de 2018 votou em Ciro Gomes (PDT), no primeiro turno, e que optou por anular seu voto no segundo turno, disputado entre Bolsonaro e o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).