PUBLICIDADE
Topo

Ana Paula Renault perde ação contra Sonia Abrão e tem R$ 44 mil bloqueados

Ana Paula Renault perde processo que movia contra Sonia Abrão - Reprodução/Instagram/Divulgação
Ana Paula Renault perde processo que movia contra Sonia Abrão Imagem: Reprodução/Instagram/Divulgação

Felipe Pinheiro

De Splash, em São Paulo

02/12/2021 16h07

Ana Paula Renault foi derrotada em um processo por danos morais que movia contra Sonia Abrão e, em 29 de novembro, teve o valor de R$ 44.244,19 de sua conta bloqueado pela Justiça para o pagamento do que deve pelas custas da apresentadora da RedeTV! com os advogados. A ação corria na 37ª Vara Cível do Foro Central da Comarca de São Paulo e não cabe mais recurso.

A jornalista e ex-apresentadora do "Fofocalizando", do SBT, entrou na Justiça contra Sonia em 2018 após se sentir atacada pelos comentários feitos no programa "A Tarde é Sua". Na ocasião, a ex-BBB Ana Paula disputava o reality show "A Fazenda 10", da Record TV.

De acordo com o processo, ao qual Splash teve acesso, Ana Paula relatou que teve a sua imagem difamada, ainda, por ter recebido o apelido Anabelle - o nome da boneca da franquia dos filmes de terror "Invocação do Mal" - e outros adjetivos por parte de Sonia Abrão. A ex-BBB pedia uma indenização de R$ 300 mil, mas perdeu o processo.

Em decisão de abril deste ano, Ana Paula foi condenada a pagar quase R$ 33 mil pelo que no direito se define como "princípio de sucumbência", ou seja, por todos os custos que Sonia Abrão teve de arcar com o processo. Em valores atualizados, a dívida se aproxima de R$ 50 mil.

A Splash, o advogado Carlos Eduardo Farnesi Regina, que representa Sonia Abrão, afirmou que "o judiciário entendeu que não era uma ofensa, mas que ela [Ana Paula Renault] era uma pessoa pública que estava lá [no reality show 'A Fazenda'] para ser criticada ou elogiada",.

Segundo o processo, Ana Paula foi procurada para receber a intimação, mas não foi localizada no endereço que informou à Justiça. "A executada foi citada no endereço por ela própria informado nos autos da ação principal em sua petição inicial, sem notícia de mudança, razão pela qual se considera intimada", diz o documento.

Ana Paula foi procurada pela reportagem, mas não se posicionou até o momento. Caso se manifeste, o texto será atualizado.