PUBLICIDADE
Topo

Criador de La Casa de Papel fala da possibilidade de spin-off da série

"La Casa de Papel" se encaminha para o fim - Divulgação/ Netflix
'La Casa de Papel' se encaminha para o fim Imagem: Divulgação/ Netflix

Fernanda Talarico

De Splash, em São Paulo

30/11/2021 12h42

"La Casa de Papel" está chegando ao fim, e agora de vez. Isso porque na próxima sexta-feira será lançada na Netflix a segunda e derradeira parte da quinta temporada. E, segundo Álex Pina, o criador da série, não haverá ganchos para novos anos da produção.

Em entrevista coletiva, da qual Splash participou, o também roteirista, diretor e produtor afirmou que "La Casa de Papel" não terá final aberto.

Há 5 anos, eu estava escrevendo o piloto da série. E olha só onde estamos hoje! Se tornou um monstro, e todos somos fãs desse monstro.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de um spin-off, ele revelou que estão pensando sobre. "Mas no momento está no ar, não consigo afirmar nada".

Para Pina, além de encerrar a trama, o final será bastante orgânico e "redondo, encerrando tudo o que foi iniciado". Ele prometeu também que a ação será um dos pontos altos dos episódios, junto com diversas reviravoltas. "Minhas sequências favoritas estão nesta parte."

A produtora Esther Martínez Lobato também conversou com a imprensa e, para ela, o final será diferente do que foi apresentado no primeiro volume do quinto ano. "Será também bastante emocionante, pois mostrará como a vida pregressa deles influenciará no fim."

O roteirista Jesus Colmenar se junta aos colegas e promete: "Você não saberá qual é o final até ele acontecer!"

Alerta de Spoiler Splash - Arte UOL - Arte UOL
Alerta de Spoiler Splash
Imagem: Arte UOL

Como era de se imaginar, o final de "La Casa de Papel" está sendo guardado a sete chaves. Portanto, a atmosfera da coletiva era de mistério, sem muitas respostas assertivas por parte dos atores. Ao serem perguntados sobre o futuro de seus personagens, as resposta foram as mesmas: "Não posso dizer muita coisa" ou "não quero estragar a surpresa".

No entanto, Hovik Keuchkerian (Bogotá) e Esther Acebo (Estolcomo) puderam contar que levaram de lembrança da série os famosos macacões vermelhos. "Está pendurado na minha casa, junto com a máscara", contou Keuchkerian.

Como o final de Tóquio já é de conhecimento dos fãs — afinal ela morre o último episódio da primeira parte —, Úrsula Corberó pôde falar um pouco mais da experiência.

Estou muito feliz com o final da Tóquio, eu queria que isso acontecesse. Tivemos muitas discussões sobre isso e chegamos à conclusão de que esse deveria ser o final dela. Eu sempre tive o sentimento que era isso o que aconteceria, desde o momento que o professor falou com ela a primeira vez.

Quanto à segunda parte, a atriz disse que ainda não assistiu e, assim como os fãs, não sabe o que acontecerá. "Assistirei como uma espectadora", finalizou.