PUBLICIDADE
Topo

Âncora da CNN é suspenso por tentar ajudar o irmão em caso de assédio

Chris Cuomo, jornalista da CNN dos Estados Unidos e irmão do governador de Nova York, Andrew Cuomo - Gilbert Carrasquillo/GC Images
Chris Cuomo, jornalista da CNN dos Estados Unidos e irmão do governador de Nova York, Andrew Cuomo Imagem: Gilbert Carrasquillo/GC Images

De Splash, em São Paulo*

30/11/2021 20h38Atualizada em 01/12/2021 13h42

O âncora da CNN americana Chris Cuomo foi suspenso pelo canal de notícias após documentos e transcrições divulgados pelo gabinete do procurador-geral de Nova York detalharem como ele usou suas conexões para tentar ajudar seu irmão — o ex-governador de Nova York Andrew Cuomo — a responder a denuncias de assédio sexual.

"O gabinete do procurador-geral de Nova York divulgou transcrições e exibições na segunda-feira que lançaram uma nova luz sobre o envolvimento de Chris Cuomo na defesa de seu irmão", disse um porta-voz da CNN ao THR.

"Os documentos, dos quais não tínhamos conhecimento antes de sua divulgação pública, levantam sérias questões. Quando Chris admitiu para nós que havia aconselhado a equipe de seu irmão, ele quebrou nossas regras e reconhecemos isso publicamente. Mas também sabemos a posição única em que ele estava e entendemos sua necessidade de colocar a família em primeiro lugar e o trabalho em segundo lugar. No entanto, esses documentos apontam para um maior nível de envolvimento nos esforços de seu irmão do que sabíamos anteriormente. Como resultado, suspendemos Chris indefinidamente, enquanto se aguarda uma avaliação adicional."

O jornalista participou de sessões de estratégia com seu irmão e a equipe dele, e uma investigação do procurador-geral de Nova York mostrou que Chris ajudou a elaborar a resposta do governador a uma dessas alegações.

Ele acabou orientando seu irmão a renunciar e disse ao público da CNN: "meu conselho para meu irmão foi simples e consistente: aceite o que você fez, diga às pessoas o que você fará para ser melhor, fique arrependido e, finalmente, aceite que não não importa o que você pretende. O que importa é como suas ações e palavras foram percebidas".

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump aproveitou a ocasião para comemorar a suspensão de Chris.

"Ótimas notícias para os telespectadores, eles suspenderam Chris Cuomo! A verdadeira questão é se eles fizeram isso por causa da baixa audiência ou porque seu irmão não é mais governador. Provavelmente pelos dois motivos", disse Trump.

A investigação contra Cuomo começou após duas ex-assessoras denunciarem o político. Para a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, o ex-governador violou leis estaduais e federais. O relatório apontou que o político fez "toques indesejados e não consensuais e fez vários comentários ofensivos" e que as mulheres viveram em um "ambiente de trabalho hostil e tóxico".

* com informações da ANSA.