PUBLICIDADE
Topo

José de Abreu: 'Vou carregar o episódio do cuspe para o resto da vida'

Lucas Pasin

De Splash, no Rio

26/11/2021 04h00Atualizada em 26/11/2021 13h49

No ar em "Um Lugar ao Sol" (Globo) no papel do empresário Santiago, José de Abreu, 75 anos, já se despediu das gravações da novela e está de olho em próximos projetos, entre eles a entrada na política. O ator pretende se candidatar ao cargo de deputado federal, mas antes passará um tempo morando em Portugal, segundo ele, "para ter paz, já que não o respeitam nas ruas do Brasil".

Em conversa com Splash durante o lançamento de sua autobiografia, José de Abreu explica que se acostumou a morar em outros países e, por ter posicionamentos políticos muito declarados — ele é filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) e faz críticas nas redes sociais ao governo de Jair Bolsonaro (sem partido) — enfrenta "malucos que o querem atacar".

"Podemos dizer que 80% das pessoas me respeitam nas ruas. E esse respeito tem melhorado, mas não é agradável pagar para ver, né? Existem pessoas que não me respeitam e querem de fato me atacar", ressalta.

O ator relembra o episódio vivido em 2016, quando cuspiu na cara de um casal em um restaurante, em São Paulo, segundo ele, após ter sido chamado de "ladrão" e sua mulher na época, Priscila Petit, de "vagabunda".

Vou carregar o episódio do cuspe no restaurante para o resto da minha vida. Isso aconteceu há seis anos e todo dia alguém vem falar sobre. Onde já se viu? Não há a menor possibilidade de entender o que aquele casal fez.

José de Abreu continua: "Estava em um restaurante onde o dono e o chefe de cozinha eram meus conhecidos. A pessoa chega e fala que eu sou ladrão, como se meu dinheiro fosse da Lei Rouanet, que eu não tivesse 50 anos de carreira para ter dinheiro e pagar um jantar em um restaurante japonês".

Questionado se não teme novos ataques quando oficializar a campanha política, o artista diz que não há como as "coisas se agravarem mais":

Já batemos no fundo do poço do ódio. Agora eu só espero poder reerguer o país. Vou doar quatro anos da minha vida para o Brasil, será apenas um mandato. Não vou virar 'político profissional'.

José de Abreu é noivo da maquiadora Carol Junger  -  ROBERTO FILHO / BRAZIL NEWS -  ROBERTO FILHO / BRAZIL NEWS
José de Abreu é noivo da maquiadora Carol Junger
Imagem: ROBERTO FILHO / BRAZIL NEWS

Casos de amor fora do livro:

No livro "Abreugrafia", lançado em dois volumes, José de Abreu cita alguns casos amorosos, entre eles o que chama de "uma noite de amor com Vera Fischer". O ator conta que não perguntou para a atriz se ela se incomodaria em ter a intimidade exposta no livro, e justifica:

Esse lance com a Vera Fischer já tinha saído num jornal antes, por isso não vi problema. Além disso, não tenho o telefone dela. Mas eu liguei para outras mulheres e perguntei. Quando me falaram que não podia, eu tirei do livro. Tirei histórias com outras famosas, por exemplo.

José de Abreu falou sobre perdas nas redes sociais - Reprodução/Instagram @josedeabreu - Reprodução/Instagram @josedeabreu
José de Abreu falou sobre perdas nas redes sociais
Imagem: Reprodução/Instagram @josedeabreu

'Estranho gravar na pandemia'

José de Abreu avaliou ainda a experiência de gravar "Um Lugar ao Sol" durante a pandemia de covid-19. O ator foi direto ao dizer que não gostou da experiência:

É bem ruim gravar na pandemia. Você não vê a reação da equipe. Todos de preto, de máscara, iguais. Não vê expressão. Ensaiamos de máscara, com acrílico e algumas vezes até fizemos cena com a máscara quando a câmera estava em outra pessoa. Achei estranho demais.

O ator, que por 40 anos foi contratado fixo da Globo, e encerrou a exclusividade com a emissora em 2020, entrega uma possível novidade: "Recebi o convite de uma plataforma de streaming. Vou ter uma reunião com eles. Acho que em breve estarei em um novo projeto também."

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.