PUBLICIDADE
Topo

Paraty: Jojo Todynho faz apelo em defesa da mãe do copiloto que desapareceu

Do UOL, em São Paulo

26/11/2021 09h24Atualizada em 26/11/2021 11h26

Jojo Todynho enviou uma mensagem de apoio à mãe do copiloto José Porfírio de Brito Júnior, desaparecido desde quarta-feira (24), e criticou a criação de contas falsas atribuídas ao jovem após o sumiço do avião entre Paraty (RJ) e Ubatuba (SP). A cantora, que é amiga de Ana Regina, mãe do jovem ainda desaparecido, publicou uma série de vídeos no Instagram irritada com a situação que a esteticista relatou para ela.

Na mensagem enviada a Jojo Todynho, Ana Regina diz que as pessoas estão criando contas falsas do filho para pedir transferências via pix. "Quanta maldade, Jojo, por que as pessoas fazem isso? Já não basta todo o nosso sofrimento. O meu sofrimento de mãe", diz ela, na mensagem reproduzida pela cantora.

"Vocês não têm respeito com a vida dos outros? Com o sentimento dos outros? Isso é o desespero de uma mãe que está desde ontem [quarta-feira] às 21h, na busca do seu filho. Gente, não faz isso. É maldade", criticou Jojo.

A artista ainda diz que, para a amiga, ver o filho se tornar piloto era uma realização.

Não pode ajudar ou não tem como ajudar, fica quieto, vai orar! Tá todo mundo o dia todo angustiado. Ana é uma mulher guerreira, trabalhadora, esteticista, minha amiga, mãezona... Porque ela ama esses filhos como ninguém. Esse menino virar piloto é uma realização (...) A luta que a mãe tem para criar o filho, para gerar... para [depois] acontecer isso. É muito doloroso. Não façam isso. É ruindade. Passou de mau-caratismo. Vamos se colocar no lugar do próximo.

A mensagem de Jojo Todynho foi republicada por Ana Regina no Instagram. "Obrigada pelo carinho de sempre. Obrigada por toda ajuda. E parem, pelo amor de Deus. Respeito é só o que peço nesse momento. O sofrimento é grande, basta!", escreveu ela na legenda.

José Porfírio de Brito Júnior está desaparecido desde quarta-feira (24). Ele estava a bordo de uma aeronave de prefixo PP-WRS, que decolou do Aeroporto dos Amarais, em Campinas, por volta de 20h30, com destino ao Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio. No entanto, o avião desapareceu por volta das 21h.

A bordo estavam mais duas pessoas: o piloto e um passageiro. Ontem à tarde, um corpo foi encontrado na área de buscas. A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que apesar de a vítima ainda não ter sido identificada, ela "provavelmente" está relacionada ao acidente. A identidade do corpo ainda não foi revelada. A FAB anda informou que ontem localizou destroços no mar que, segundo o órgão, podem ser da aeronave desaparecida.

Os bombeiros informaram que parentes do piloto entraram em contato, avisando que o veículo enfrentava problemas. Há a suspeita de que o avião tenha realizado um pouso de emergência nas águas. No entanto, as equipes ainda estão em buscas para esclarecer os fatos.