PUBLICIDADE
Topo

Equipe de Solange Gomes repudia fala machista de Dayane sobre a peoa

A Fazenda 2021: Solange Gomes na noite da nona eliminação - Reprodução/PlayPlus
A Fazenda 2021: Solange Gomes na noite da nona eliminação Imagem: Reprodução/PlayPlus

Colaboração para Splash, em São Paulo

24/11/2021 18h51

A equipe de Solange Gomes, peoa de "A Fazenda 13" (RecordTV), se manifestou após uma fala de Dayane Mello sobre a ex-banheira do Gugu. Mais cedo, em uma conversa com MC Gui, a modelo a acusou de vitimismo, a culpou por ser uma mãe solo e disse que ela "aceitou apanhar" do marido:

Olha como ela vendeu o peixe dela: 'ai, mãe solteira'. Tu acha que ela falou 'eu não soube aproveitar as minhas oportunidades'? 'Não soube tratar as pessoas como deveria'? Não. Ela só: 'Ai, sou mãe solteira, meu marido não me ajuda'. Escolheu o marido errado, então! Apanhou oito anos. P*rra, uma mulher que apanhou oito anos, desculpa, aceitar isso não é legal. E agora está aqui recuperando a fama, o nome dela, passando por cima dos outros? Ah, me poupe! Vai para casa do... Dayane Mello

Nas redes sociais de Solange, sua equipe de pronunciou repudiando a fala de Dayane. "Durante a tarde desta quarta-feira, Dayane mais uma vez segue contra os princípios morais e éticos, dando ênfase a um calo de nossa sociedade machista, que aduras penas vem tentando desconstruir um fato recorrente em nosso país, que é a agressão à mulheres", escreveram os administradores da peoa, que acrescentaram:

Ficamos muito orgulhosos de nossa participante que faz um jogo limpo, em ter a coragem de contar sobre esses momentos em que viveu durante seu casamento e mais ainda sobre o fato dela ter colocado um basta nesta situação e hoje poder ajudar e encorajar outras mulheres que vivenciam o mesmo problema. Equipe de Solange Gomes

A equipe de Dayane também se manifestou sobre fala da modelo. "Salientamos a nossa discordância da fala de Dayane e que esse pensamento venha ser desconstruído pós-reality", escreveram.

Em caso de violência, denuncie

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 190 e denuncie.

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares.

Também é possível realizar denúncias pelo número 180 — Central de Atendimento à Mulher — e do Disque 100, que apura violações aos direitos humanos.

Há ainda o aplicativo Direitos Humanos Brasil e através da página da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos (ONDH) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Vítimas de violência doméstica podem fazer a denúncia em até seis meses.

Quem deve se livrar da roça e virar o fazendeiro da semana?

Enquete encerrada

Total de 6218 votos
71,68%
Antonio Chahestian/Record TV
19,20%
Antonio Chahestian/Record TV
9,12%
 Antonio Chahestian/Record TV
Total de 6218 votos

Valide seu voto