PUBLICIDADE
Topo

Viviane Victorette, a Regininha de 'O Clone', é mãe solo: 'Somos amigas'

Viviane Victorette tinha 22 anos quando atuou na novela "O Clone" - Reprodução/Instagram
Viviane Victorette tinha 22 anos quando atuou na novela "O Clone" Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

03/11/2021 08h51

Viviane Victorette, que deu vida à dependente química Regininha em "O Clone", está tendo a oportunidade de rever o trabalho nas telinhas, já que a trama de Gloria Perez voltou a ser exibida no "Vale a Pena Ver de Novo". Atualmente trabalhando como psicóloga, ela reflete sobre a pausa na carreira de atriz para se dedicar à faculdade e fala sobre a maternidade solo.

O último trabalho de Victorette nas telinhas foi em 2015, em "Malhação". Logo em seguida, a atriz precisou diminuir o ritmo para se dedicar à filha, nascida em 2009, além de focar na faculdade. "Trabalhei com pessoas incríveis e tive grandes oportunidades, mas a vida muda. Engravidei e, para quem é mãe, tudo fica mais complicado. Até um banho é difícil tomar. Até hoje é difícil ter esse tempo. Preciso falar sério: 'Vou tomar banho agora'. Também fiz questão de estudar. Cheguei a cursar Veterinária, mas fui chamada para 'América' e não deu para conciliar. Depois, já era mãe e não deu. Aí optei por fazer Psicologia, adoro ler e estudar sobre muitos assuntos, achei que faria sentido. Consegui terminar com muita ajuda do pessoal da faculdade, porque era eu sozinha e minha filha ia comigo para as aulas. Professores, coordenação, amigos, todos me apoiaram", declara em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Viviane já concluiu os estudos e está atuando na área: "Ia começar a atender quando veio o coronavírus. Aí, dei início online e tenho feito isso desde então. É bom, porque posso trabalhar de qualquer lugar, ter pacientes de qualquer cidade e até de países como Portugal. Basta me organizar", explica.

Maternidade

Viviane fala que a filha Júlia, de 12 anos, já acompanha o trabalho da mãe nas telinhas. "Eu uso muito o cabelo liso hoje em dia. Ela vê na TV e diz que prefere meu cabelo enrolado, pergunta por que não volto a usar. Também pergunta se eu chorava mesmo nas cenas, porque fica assustada ao ver que eu chorava muito. É engraçado. Somos amigas, sempre conversamos muito. Conto as histórias, já mostrei meus testes', revela.