PUBLICIDADE
Topo

Patrícia Abravanel expõe bronca de Silvio Santos ao telefone: 'Reclamou'

Patrícia Abravanel falou sobre bronca do pai, Silvio Santos - Lourival Ribeiro/SBT
Patrícia Abravanel falou sobre bronca do pai, Silvio Santos Imagem: Lourival Ribeiro/SBT

Colaboração para Splash

01/11/2021 08h30Atualizada em 01/11/2021 10h44

A apresentadora Patrícia Abravanel, de 44 anos, expôs uma "briga" que teve ao telefone com seu pai, o empresário Silvio Santos, de 90, após o dono do SBT reclamar da forma como ela está comandando o "Programa Silvio Santos", durante o período em que o comunicador está afastado das gravações devido à pandemia de coronavírus.

Ontem, durante o programa, Patrícia contou que recebeu uma ligação do empresário, com cerca de 30 minutos de duração, e ele opinou sobre o desempenho da filha à frente da atração. Segundo relatou, o pai reclamou por ela não saber fazer o quadro das "Três Pistas" e deu algumas dicas à herdeira de como melhorar sua performance.

"Eu já estou mais animada sabe por quê? Ele me ligou e aí ele ficou falando como que eu fui. Então ele falou assim, que eu fiz muita coisa errada... Falou: 'Patrícia, você não sabe fazer os 'Três Pistas''. Já reclamou de mim. Aí já falou que eu conversei muito", narrou a famosa.

No entanto, Patrícia Abravanel diz não ter ficado irritada com as broncas do pai, mas, pelo contrário, achou o "máximo porque isso significa que Silvio Santos está vendo, que Silvio Santos está aí, né, seu Silvio Santos? Está dando os pitacos dele, eu já fiquei toda feliz tá?".

Por fim, a apresentadora falou sobre comandar a atração no lugar do empresário e afirmou que Silvio é "insubstituível". "Então, vamos fazer o que a gente quer? Silvio Santos não me cobre não tá?", continuou para, enfim, pontuar que percebeu que o pai "está todo animadinho" e que "daqui a pouco ele está aqui" no comando da atração.

Quando assumiu o comando temporário do "Programa Silvio Santos", Patrícia Abravanel explicou aos telespectadores "que acompanham" o trabalho de seu pai "há tantos anos", que ela não o estava substituindo, mas, sim, "obedecendo, [porque] ele falou para eu vir aqui, [pois ele] estava indisposto para vir trabalhar".

"Ele estava com preguicinha, pouco de preguiça. Ele pode, né? Silvio Santos pode, a gente não pode, ele pode", completou.