PUBLICIDADE
Topo

Xerife diz que declaração de armeira de 'Rust' não é precisa

De Splash, em São Paulo

28/10/2021 10h44

Adan Mendoza, xerife do condado de Santa Fé, afirmou hoje que as declarações dadas por Hanna Gutierrez, armeira do set do filme "Rust", não são precisas.

De acordo com a Fox News, ele disse que foi uma munição de verdade que feriu Joel Souza e matou Halyna Hutchins.

Foi um tiro com munição real que atingiu e matou a Sra. Hutchisn, de modo que não é uma afirmação precisa, no que me diz respeito. disse

Em depoimento, a armeira disse que verificou a arma que Baldwin acabou disparando antes de a equipe parar para o almoço, para garantir que estava preenchida apenas com cartuchos falsos.

Na ocasião, ela teria trancado pessoalmente a arma em um cofre em um caminhão da produção. Porém, ela afirmou que a munição foi deixada em um carrinho no set e não estava segura.

Relembre o caso

A diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, morreu, e o diretor Joel Souza, 48, ficou ferido após um acidente ocorrido na quinta-feira no set do filme "Rust", faroeste estrelado por Alec Baldwin, que estava sendo gravado no estado do Novo México, nos Estados Unidos. A polícia confirmou à Fox News que o protagonista foi o responsável pelo disparo de uma arma cenográfica.

Joel Souza, segunda vítima do incidente, foi atingido no ombro e recebeu atendimento de emergência no hospital Christus St. Vincent. Ele já teve alta.

Segundo o site Variety, o set de filmagem de "Rust" era um lugar "caótico" e sem segurança — inclusive com um relato de outra arma que também falhou.

'Vingadores', 'Deadpool' e outras gravações que já tiveram acidentes fatais