PUBLICIDADE
Topo

Raquel deixa 'MasterChef' em prova emocionante e definida nos detalhes

Raquel deixa "MasterChef Brasil" - Reprodução/Band
Raquel deixa "MasterChef Brasil" Imagem: Reprodução/Band

Colaboração para Splash, em Pernambuco

27/10/2021 00h38Atualizada em 27/10/2021 00h51

Em uma noite emocionante, a analista financeira Raquel Fonseca, 35 anos, foi a 16ª eliminada do "MasterChef Brasil", em sua 8ª temporada avaliando competidores amadores.

Ela disputou até o final em uma prova de round de ovos com Ana Paula. A etapa final consistia em preparar ovos beneditinos. De acordo com os chefs, o prato de Raquel perdeu no "detalhe", apenas por um molho holandês com gosto de gema crua.

Com muita emoção, os chefs deixaram claro que a eliminação foi por pouco e exaltaram a trajetória da jovem.

Até mesmo a apresentadora Ana Paula Padrão não segurou as lágrimas ao se despedir da baiana.

Durante a primeira etapa da eliminação, Ana ainda teve uma pequena crise, ao não conseguir entregar um ovo mollet empanado. Após a saída de Raquel, os chefs a acalmaram e também a parabenizaram pela segunda chance.

Confira o que aconteceu no episódio de hoje de "MasterChef Brasil":

spoiler - Arte UOL - Arte UOL
Alerta de Spoiler Splash
Imagem: Arte UOL

O episódio de hoje, que teve Ronnie Von de convidado, trouxe como uma primeira prova a temida "prova do chá". Sendo depois da água a bebida mais consumida do mundo, o chá era o grande "pé no calo" dos competidores, que precisariam fazer pratos que harmonizassem com chás como o preto, o vermelho e o branco.

Para colocar mais tempero na competição, a prova foi feita em duelos.

Eduardo, vencedor da prova eliminatória da última semana, poderia escolher o chá que trabalharia e com quem duelar. O ex-Kids escolheu "brigar" com Kelyn e com chá vermelho. O jovem teve ainda que definir os chá para alguns competidores.

Edu, em seguida, escolheu Helena para trabalhar com chá verde e a competidora, por sua vez, escolheu Tiago. Para o chá preto, Eduardo elegeu Raquel, que decidiu brigar com Heitor.

Isabella recebeu o chá branco e decidiu duelar com Luiz. Sendo assim, Daphne e Ana ficaram com o chá que sobrou, o latte.

Eduardo x Kelyn

Eduardo e Kelyn escolheram pratos para harmonizar com o chá vermelho. Kelyn decidiu ir com um baby beef com batata e picles de beterraba, bastante elogiado pelos chefs pela cor vermelha, pela acidez e pela sensação de harmonização.

Edu decidiu arriscar em uma sobremesa: um sablé breton com ganaches e chocolate. O prato de Edu foi considerado uma excelente continuidade ao chá e também bastante elogiado. Ronnie Von chegou a afirmar que estava "perfeito".

Contudo, os chefs escolheram o prato de Kelyn por ser mais arriscado. O beef da advogada foi escolhido, ainda, como o melhor entre os pratos vencedores, ao final da prova.

Helena x Tiago

Helena e Tiago foram os segundos a serem avaliados. Helena arriscou em uma tartalette com bacalhau confitado para harmonizar com o chá verde. Os chefs elogiaram o ponto do peixe, derretendo na boca.

Tiago também decidiu escolher um bacalhau, mas apostando em um bacalhau a pil pil. O prato também foi elogiado, tanto pelo gosto e pela harmonização, mas o peixe foi considerado um pouco seco.

Helena venceu o duelo por ter uma ideia melhor.

Raquel x Heitor

Raquel apostou em sabores amargos para harmonizar com o chá preto, decidindo por uma quiche bastante elogiada, acompanhada por uma salada. Contudo, o prato, mesmo delicioso, foi considerado fora da harmonização.

Heitor decidiu arriscar em um arroz caldoso de cogumelo e bacon e vinagrete de maçã. O competidor foi muito elogiado pela vinagrete e pela pimenta na comida, assim como o defumado do bacon.

Pela melhor harmonização, Heitor venceu o duelo.

Luiz x Isabella

Luiz escolheu camarão e lula grelhados com um purê de couve flor para harmonizar com um chá branco. A harmonização dele foi considerada surpreendente e bem equilibrada.

Isabella, por sua vez, apostou em uma sobremesa, em uma tortilha com curd de limão, calda de maracujá e cream cheese. Mesmo o prato sendo considerado "feio", foi elogiado pelo sabor e pelo ótimo constraste com o chá, dando um bom equilíbrio.

Isa venceu o duelo e subiu ao mezanino.

Daphne x Ana

Para harmonizar com o chá latte, Daphne foi em uma sobremesa: uma mousse de chocolate com biscoito amanteigada, que foi muito elogiada pelos chefs e considerada uma ótima harmonia.

Ana Paula apostou em um pão de mel com especiarias e com uma ganache de chocolate branco. O prato foi elogiado também, com apenas uma observação quanto ao ponto da massa.

Daphne foi considerada a vencedora do duelo, pela semelhança com a harmonização. A skatista comemorou ganhar uma "folga", após diversas eliminações seguidas.

Prova de eliminação

Edu, Tiago, Raquel, Ana e Luiz disputaram a sobrevivência no programa com uma prova envolvendo round de ovos.

Kelyn, vencedora da prova passada, teve que escolher duas pessoas para tirar 1 ovo da cesta. A advogada, a custo, escolheu Edu e Tiago para ficarem com a desvantagem.

Round 1

O primeiro consistia em fazer um ovo mollet empanado em 20 minutos. Quase todos os competidores tiveram problemas. Ana estava tremendo muito e preferiu não entregar a prova, por não conseguir fazer fazer o ponto do ovo.

Os competidores a ajudaram a se acalmar mais, a fim de seguir para o próximo round.

Luiz também teve problemas, já que seus 3 ovos quebraram e entregou apenas uma "gema empanada".

Raquel, Eduardo e Tiago conseguiram entregar o ovo empanado. Raquel teve problemas com o ponto da gema, Tiago foi bastante elogiado e subiu para o mezanino pelo "tempero" do ovo.

Edu também subiu pelo ponto e pela crocância e se salvou da eliminação.

Round 2

Raquel, Ana e Luiz foram para o segundo round da prova: um prato do oriente médio, chamado de shakshuka, que consiste em ovos escalfados em um molho de tomate.

O tempo curto de 20 minutos foi, novamente, um vilão para os competidores. Ana, dessa vez, foi a primeira a entregar. O destaque foi Raquel que fez a receita com apenas dois ovos.

Os três tiveram críticas, especialmente quanto ao tempero do molho e a apuração. Os chefs demoraram um pouco a mais decidir o vencedor do round e, por pouco, decidiram subir Luiz.

Round final

Ovos beneditinos foram os responsáveis por decidir o destino de Ana Paula ou Raquel, as duas competidoras finais.

Ana foi elogiada pelo ponto dos ovos, mas criticada por não ter chapeado o presunto. Já Raquel, que se enrolou com o cozimento do ovo, ficou feliz ao ver que também conseguiu deixar o prato no ponto correto.

Ao final, os chefs consideram os dois ovos muito parecidos, mas eliminaram Raquel por pouco, destacando o gosto de gema no molho.