PUBLICIDADE
Topo

Gilberto Braga viveu história de amor com decorador por quase 50 anos

De Splash, em São Paulo

27/10/2021 09h45

O autor Gilberto Braga, que morreu ontem aos 75 anos em decorrência de uma infecção sistêmica, viveu sua própria história de amor durante quase 50 anos.

Ele e o decorador Edgard Moura Brasil oficializaram a união em 2014, depois de 41 anos de relacionamento.

Na época, durante uma celebração no apartamento que dividiam no Arpoador, Zona Sul do Rio de Janeiro, os dois assinaram um contrato de união estável.

A festa, apesar de íntima, contou com a presença de celebridades como Fernanda Montenegro, Gloria Pires, Deborah Evelyn, Dennis Carvalho e outros nomes.

Gilberto e Edgard disseram o tão aguardado "sim" ao som de Cazuza — a mãe do cantor, inclusive, também estava entre os convidados.

A última foto das redes sociais do decorador ao lado do autor foi publicada em outubro de 2016, durante uma viagem a Nova York.

Gilberto Braga nasceu no bairro Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro, no dia 1º de novembro de 1945. Formado em letras pela PUC-RJ, trabalhou como crítico de teatro e cinema do jornal O Globo antes de estrear como autor na emissora carioca.

O autor escreveu mais de 20 novelas. Suas tramas ficaram famosas por quase sempre apresentarem um assassinato misterioso nos últimos capítulos. Entre seus maiores sucessos estão "Dancin' Days" (1978), "Corpo a Corpo" (1984), "Anos Dourados" (1986), "Vale Tudo" (1988), "Dono do Mundo" (1991) e "Celebridade" (2003). Em 2008, ele venceu o Emmy Internacional de Melhor Telenovela com "Paraíso Tropical".

Relembre as obras marcantes do autor Gilberto Braga