PUBLICIDADE
Topo

'Bota Po' devolve crítica de senador: 'Os LGBTIfóbicos passarão'

Bota Pó (Foto: Divulgação) - Reprodução / Internet
Bota Pó (Foto: Divulgação) Imagem: Reprodução / Internet

Colaboração para Splash, em São Paulo

27/10/2021 22h08

O influenciador digital Alex Brito, popularmente conhecido como "Bota Po", utilizou o seu Instagram na tarde de hoje para publicar uma nota de repúdio contra o senador Roberto Rocha (PSDB-MA).

Após ter sido convidado para estrelar a campanha do lançamento de uma plataforma da Secretaria de Educação do Maranhão, o jovem foi alvo de críticas do político que afirmou que a campanha era uma "apologia à homossexualidade".

Na postagem feita ontem nas redes sociais, apagada pouco tempo depois, o senador criticava a propaganda, na qual Alex representa um papel feminino. O político ainda aproveitou e alfinetou o atual governador do estado, Flávio Dino (PSB):

"O governo do Maranhão, ao lançar a plataforma Gonçalves Dias de Educação, em vez de colocar como garoto propaganda um maranhense que tenha se destacado em alguma área, preferiu colocar um jovem homossexual assumido fazendo o papel de menina. Agora, analisando friamente, para que isso? Qual a necessidade disso? É apologia à homossexualidade ou não?", escreveu ele em suas redes sociais.

"Lamentável essa situação na qual passamos. Nada contra a opção sexual de alguém. Agora querer obrigar aceitação dessa opção de alguns como regra e apologia à prática homossexual isso não dá para aceitar. Cartão vermelho para Flávio Dino", continuou o político.

A publicação foi recebida com indignação pelos usuários que repudiaram a fala do senador e o acusaram de homofobia. A influenciadora Thaynara OG saiu em defesa de Bota Po nos stories do seu Instagram. "Esses comentários homofóbicos disfarçados de "opinião" machucam muito. Ainda mais quando vem de alguém que tá ali para representar o seu povo", escreveu.

"Reconhecer o preconceito é o primeiro passo para mudar a sociedade. A importância é gigante! Isso é um avanço na representatividade, em busca de um ambiente escolar cada vez mais igualitário. Botinha, conte comigo para tudo. Eu me orgulho muito de você e você representa muito o Maranhão", concluiu.

Com a repercussão, Roberto Rocha apagou a postagem e, em seguida, falou que a crítica não era contra Alex, mas à campanha do governo:

"Hoje, 26/10, fiz um post criticando a propaganda do Governo do Maranhão de lançamento de uma nova plataforma educacional para crianças. Li comentários de que eu estaria ofendendo a digital influencer contratada para fazer a propaganda. Excluí o post para deixar claro que não foi essa minha intenção. Questionei a propaganda oficial, pois penso que cabe a cada família escolher o momento e a forma de abordar o tema sexualidade com suas crianças", escreveu no Instagram.

Embora ontem mesmo, Bota Po já tenha se manifestado contra o político, postando nos stories do seu Instagram frases como: "aceitar é uma escolha sua, respeitar é o dever de todos". Na tarde de hoje, o influenciador postou a nota oficial repudiando a atitude de Roberto Rocha.

Após sugerir que o tempo do político seria melhor gasto fazendo "jus ao alto salário que o povo paga", "Botinha" concluiu a nota parafraseando o poeta Mário Quintana, mas adaptando o famoso verso para a situação atual: "Os LGBTIfóbicos passarão. Eu passarinho"

Veja a nota:

Nota Pública / Bota Po - Divulgação Instagram - Divulgação Instagram
Print Bota Po
Imagem: Divulgação Instagram