PUBLICIDADE
Topo

Irmã de Gabigol lembra bullying e briga com o corpo: 'Chamavam de vassoura'

Lucas Pasin

De Splash, no Rio

24/10/2021 04h00

Dhiovanna Barbosa, irmã do jogador Gabriel Barbosa, o 'Gabigol', nem sempre teve uma boa "relação" com o espelho. A jovem, de 19 anos, que atualmente trabalha como influenciadora digital e faz campanhas de biquíni, bateu um papo em vídeo com Splash e revelou ter sofrido bullying na escola por ser "magra demais".

As críticas pela aparência e as cobranças em ter um "corpo perfeito" despertaram em Dhiovanna uma vontade de usar suas redes sociais para falar sobre o assunto. Ela revela ter acompanhamento psiquiátrico e debate com suas seguidoras sobre ansiedade, depressão, bulimia e anorexia.

Quando me atacam e falam do meu corpo, me chamam de 'muito magra', eu penso: 'sou tão forte, aguento esse xingamento'. Acabo vivendo 24 horas com pessoas opinando sobre a minha vida e sobre as pessoas que vivem comigo. Mas, se eu consigo, outras pessoas podem não conseguir. Por isso gosto de ajudar e falo sobre esses assuntos.

Os "ataques" mencionados por Dhiovanna acontecem desde que estava na escola. A irmã de Gabigol lembra de ser "zoada" pelos colegas:

Na escola não tinha muito essa coisa de chamar de bullying, levavam como 'zoeira'. Sempre fui muito magra, então me chamavam de Olívia Palito, a vassoura da escola. Meu jeito forte fez com que eu não me abalasse tanto.

Dhiovanna Barbosa, irmã de Gabigol, era chamada de 'vassoura' na escola - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Dhiovanna Barbosa, irmã de Gabigol, era chamada de 'vassoura' na escola
Imagem: Reprodução/Instagram

'Por que não sou tão perfeita como elas?'

Em 2016, Dhiovanna e a família se mudaram para Milão, na Itália, para acompanhar Gabigol, que havia sido contratado pelo Inter de Milão. O contato da jovem com as italianas despertou ainda mais a cobrança pelo corpo "perfeito":

Foi lá que eu percebi que fiquei neurótica pelo meu corpo. As meninas de lá são perfeitas. Loiras, olhos claros e magras. Cheguei em Milão toda cheia de espinha, cabelo colorido, um caos. Me questionava: 'Por que eu não sou tão perfeita como elas?'. Me sentia menos.

Para cuidar do psicológico, Dhiovanna diz contar com uma equipe e tomar medicamentos:

Passo pelo psiquiatra, psicóloga e tenho todos os medicamentos certos. Antigamente me recusava. Falava que não precisava disso, que só estava triste e ia passar. Até perceber que estava me afetando. Fui deixando de fazer coisas que gostava.

Dhiovanna Barbosa, irmã de Gabigol, divide com suas seguidoras assuntos sobre ansiedade e depressão - Reprodução/Instagram  - Reprodução/Instagram
Dhiovanna Barbosa, irmã de Gabigol, divide com suas seguidoras assuntos sobre ansiedade e depressão
Imagem: Reprodução/Instagram

Com um sorriso no rosto, a influenciadora assume suas inseguranças e aceita que os "altos e baixos" fazem parte de sua rotina:

Alguns dias são difíceis, só quero chorar. Mas, em outros dias, estou feliz. São os altos e baixos da vida. A dificuldade acaba sendo maior pelo meu irmão, claro, já que o julgamento acontece 24 horas na internet. Podem não me xingar, mas estão xingando meu irmão e vão atacar um lado meu, que me faz mal.

Ainda no bate-papo com Splash, Dhiovanna fala como começou a carreira de influenciadora e diz que Rafaella Santos, irmã de Neymar, "é, sim, uma inspiração".