PUBLICIDADE
Topo

Quem colocou a bala na arma? As perguntas sem resposta sobre caso Baldwin

Weslley Neto

De Splash, em São Paulo

23/10/2021 04h00

Um disparo acidental de Alec Badwin com uma arma cenográfica causou a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, e feriu o diretor Joel Souza, 48. Ela foi levada de avião para o Hospital da Universidade do Novo México, onde morreu devido aos ferimentos.

Após confirmar o ocorrido, a polícia ouviu testemunhas para buscar detalhes sobre o que aconteceu no set de filmagens do filme "Rust". Os motivos do acidente e a consequências do fato atraem a curiosidade do público.

Quem colocou a bala e com qual intenção?

Os investigadores ainda não descobriram por qual motivo a arma estava carregada. Em geral, as balas utilizadas em filmagens são de festim. O diferencial deste tipo de munição é o fato de ela não ter um projétil, a parte que chega até o alvo. Por isso, serve apenas para fazer o barulho e criar o efeito na cena.

O sindicato Aliança Internacional de Funcionários de Palco Teatral (IATSE, na sigla em inglês) afirmou que nenhum de seus membros era responsável pela supervisão dos equipamentos cenográficos no set.

Segundo um e-mail, essa função era da equipe do estado do Novo México, onde o set foi montado. O sindicato informou que uma bala real foi utilizada na arma disponibilizada durante as gravações.

A polícia está investigando quem foi o responsável pela manutenção da arma, qual tipo de projétil foi disparado e como. A informação oficial, divulgado pela AP, é que um assistente de direção entregou a arma para o ator.

Os agentes informaram que ninguém foi detido pelo caso e até o momento não foram apresentadas acusações, de acordo com a agência de notícias AFP.

Em que momento houve o disparo? Já estava previsto?

Um porta-voz da produção afirmou ao site "Deadline" que houve uma "falha de ignição de uma arma", mas não deu detalhes sobre o momento do acidente. Os detalhes são investigados pela polícia.

Segundo relato de uma testemunha ao The Sun, as câmeras estavam voltadas para Alec Baldwin e captaram o momento dos tiros. As pessoas atingidas pelos disparos estavam atrás dos equipamentos e não aparecem em gravações.

"Ele e estava atirando na direção das câmeras durante uma cena de ensaio que estava sendo gravada", afirmou sem se identificar.

Como a pessoa será punida?

A polícia ainda não comentou sobre quais medidas serão tomadas caso seja identificado um responsável pelo acidente.

Em 1993, quando Brandon Lee morreu por conta de um disparo acidental no set de filmagens de "O Corvo", os investigadores decidiram que nenhuma queixa criminal seria prestada.

Jerry Spivey, o promotor responsável pelo caso, afirmou que a negligência era um fator, mas não havia evidências de crime. Linda Lee Cadwell, mãe de Brandon, processou o estúdio por negligência, e no mês seguinte fez um acordo extrajudicial para finalizar o processo.

A família de Brandon Lee se posicionou contra o uso de armas nos sets de filmagem após o acidente envolvendo Alec Baldwin.

Todos os protocolos foram seguidos?

Segundo o ator e músico W. Earl Brown, quando é necessário usar uma arma de verdade, os profissionais responsáveis pelo seu manuseio precisam limpá-la completamente e revisar atentamente todos os orifícios em que um projétil pode se alocar.

Se balas expansivas precisarem ser utilizadas (um tipo de bala que impede a penetração excessiva, mas podem produzir um ferimento maior), elas precisam ser verificadas pelo assistente de direção, pelo diretor e pelos atores que estiverem envolvidos na cena.

A atriz Frances Fischer, que integra o elenco de "Rust", afirmou que as recomendações de segurança para o uso de arma no set foram seguidas. Baldwin foi interrogado após o incidente, mas não foi detido.

Segundo o site Variety, o set de filmagem de "Rust" era um lugar "caótico" e sem segurança — inclusive com um relato de outra arma que também falhou.

A publicação informa que integrantes da equipe deixaram o set do filme anteriormente por conta de preocupações com os procedimentos de segurança das armas, outras questões de segurança e protocolos contra covid-19 não sendo seguidos.

Baldwin pode ser preso?

Conhecido fornecedor de itens de armamento a filmes de Hollywood, que trabalha há 30 anos na área, Mike Tristan afirmou ao jornal "Daily Mail" que a responsabilidade pela segurança no set é de quem disponibiliza as armas de fogo.

"A arma deveria estar esvaziada e o trabalho do armeiro no set é verificar isso antes de entregá-la", afirmou. Por Baldwin ter recebido a arma carregada, os investigadores não consideram o ator responsável pelo ocorrido.

Ele citou outros cuidados para garantir a segurança de todos, como posicionar o ator em uma área previamente determinada. Outra recomendação é para que nunca a arma seja apontada em direção ao elenco ou a outros membros da equipe.

Ainda vai ter filme?

As gravações do filme foram suspensas por tempo indeterminado. "Rust" é um faroeste estrelado e coproduzido por Baldwin com direção de Joel Souza, que também se feriu no acidente. Ele já recebeu alta, confirmou a atriz Frances Fisher.

A produção publicou uma nota dizendo que "todos os trabalhadores do elenco estão absolutamente devastados com a tragédia" e mandou condolências para a família de Halyna Hutchins. Não foi estipulado um prazo para o retorno da produção.

Como Hollywood vai lidar com a questão da segurança no set?

A agência Associated Press calcula que, entre 1990 e 2016, pelo menos 43 pessoas morreram durante gravações nos EUA, e mais de 150 tiveram ferimentos graves. Outros casos incluem filmes como "Vingadores", "Deadpool 2" e "Triplo X".

Após a trágica morte de Brandon Lee, tornaram-se mais rígidas as regras envolvendo as equipes de manipuladores de armas, profissionais que são os responsáveis por acompanhar qualquer tipo de arma de fogo usada em sets.

As regras nos sets são claras: trate toda arma como se ela estivesse carregada.

"É por isso que todos da indústria do cinema estão muito confusos. Como isso aconteceu é um grande mistério no momento", disse o fornecedor de itens de armamento Mike Tristan ao "Daily Mail".

Como Alec Baldwin vai lidar com culpa?

Alec Baldwin se pronunciou sobre o acidente nas redes sociais.

Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e colega nossa profundamente admirada. Estou cooperando totalmente com a investigação policial para resolver como essa tragédia ocorreu e estou em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos que conheciam e amavam Halyna.
Alec Baldwin no Twitter

O jornal local "Santa Fe New Mexican" informou que o ator foi visto "perturbado e em lágrimas" enquanto falava ao telefone do lado de fora da delegacia após o seu depoimento.

O artista havia compartilhado nas redes sociais uma imagem em que aparece ensanguentado e brincado sobre o retorno ao set de filmagem. "Voltamos pessoalmente e caramba, é exaustivo", escreveu na legenda. A foto foi apagada após o acidente.

O ator Michael Massee também enfrentou uma situação parecida com a de Baldwin. O ator, que efetuou o disparo em Brando Lee durante as gravações de "O Corvo" em 1993, morreu aos 64 anos em 2016.

Após o acidente, ele passos meses afastado do trabalho e só voltou um ano depois da morte de Brandon. Em 2005, ele disse em entrevista ao canal Extra TV que ficou traumatizado e não superou o episódio.

O que aconteceu com Brandon foi um acidente trágico. É algo com que precisarei viver... Demorou um tempo para eu conseguir não minimizar, mas seguir com a minha vida. É muito pessoal. É algo que eu quero garantir que não se repita enquanto eu trabalhar. Por isso, fico muito atento a coisas dando errado no set.
Michael Massee