PUBLICIDADE
Topo

'Sikêra Jr. é a pior coisa da televisão nos últimos anos', diz Flávio Ricco

Colaboração para Splash, em São Paulo

22/10/2021 04h00

Sikêra Júnior coleciona polêmicas em frente às câmeras do programa "Alerta Nacional", da Rede TV. Nos últimos meses o apresentador chegou a anunciar a criação de uma empresa falsa para caçar críticos e revoltou muita gente ao descrever o movimento LGBTQIA+ como "raça desgraçada".

Para Flávio Ricco, colunista do R7 e convidado da edição de aniversário do podcast Splash Vê TV, escolheu o espaço dado ao apresentador na TV brasileira como um dos piores acontecimentos da televisão brasileira em dois anos.

Sikêra Júnior faz um programa hoje que já era condenado vinte anos atrás, preconceituoso e de baixarias. Ele trata com agressividade quem não pensa como ele. De tudo que existiu de ruim nesse período, ele ocupa o primeiro lugar.

Em seu programa, Sikêra Júnior já defendeu o tratamento precoce contra a covid-19, sem eficácia comprovada. O comunicador também responde judicialmente pelo crime de homofobia.

Débora Miranda, editora-chefe de Universa e apresentadora do Splash TV Vê concorda:

É desnecessário o tanto de preconceito que ele destila no programa. Uma TV não deveria dar espaço para isso, além da desinformação e dos comportamentos discriminatórios.

Splash Vê TV

Apresentado por Débora Miranda ao lado de Chico Barney, Cristina Padiglione e Aline Ramos, o podcast Splash Vê TV vai ao ar às terças-feiras, 13h, no YouTube e demais plataformas de áudio.