PUBLICIDADE
Topo

'Eu Sei O Que Vocês Fizeram' prova que ressuscitar franquias é um erro

Cena da série "Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado" - Divulgação
Cena da série "Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado" Imagem: Divulgação

Fernanda Talarico

De Splash, em São Paulo

22/10/2021 04h00

Em 1997, o filme "Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado" mostrou as consequências mortais da escolha questionável de um grupo de jovens que, ao atropelar um pescador em uma estrada durante a noite, sofreu um lapso de bom senso e achou que seria uma boa ideia não prestar socorro e apenas se livrar do corpo.

Um ano depois, o fantasma deste passado não tão distante voltou para atormentar os jovens. Assim, nascia uma das franquias do subgênero slasher — quando um assassino sai matando os personagens principais — de maior sucesso do cinema.

A história recebeu mais dois filmes e acabou sendo esquecida depois do lançamento de "Eu Sempre Vou Saber O Que Vocês Fizeram No Verão Passado". Após 24 anos, o Amazon Prime Video reviveu a premissa em uma série que funciona como uma espécie de reboot para a franquia e também se intitula "Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado".

Para aqueles que entendem os filmes como clássicos inalcançáveis do terror, é melhor se manter longe da produção de oito episódios, pois a decepção é certa. Com diálogos vazios, trama rasa e atuações esquecíveis, os quatro primeiros capítulos — o quinto chega hoje (22) à plataforma — apresentam uma série voltada ao público adolescente, não aos fãs da trilogia original.

No entanto, não é impossível ter uma experiência agradável ao assistir ao novo título, mas é necessário deixar a nostalgia de lado e abraçar uma nova proposta, mesmo que fantasiada de uma narrativa já conhecida.

Para não estragar as surpresas para aqueles que se aventurarão, basta dizer que a série retoma a ideia de "grupo de jovens atropela uma pessoa e foge", e a trama se desenvolve a partir deste fato. Por não se tratar de um filme de uma hora e meia, a produção se aprofunda em dramas pessoais dos personagens e deixa o suspense de lado, prejudicando bastante o ritmo.

As atuações são igualmente difíceis de acompanhar. Uma das únicas que ainda se salva é a protagonista Madison Iseman ("Jumanji"), que interpreta as irmãs gêmeas Lennon e Allison.

Quando é preciso viver uma ou outra, ela entrega o necessário para o entendimento do público de quem é quem, mas quando é necessário causar uma confusão proposital sobre as personalidades, ela também faz isso muito bem. No entanto, os outros membros do elenco se perdem em tentativas de atuações sérias e dramáticas.

"Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado" não é o primeira releitura de clássicos do terror dos anos 1990. "Scream", lançada no Brasil pela Netflix, teve três temporadas e trouxe de volta a franquia "Pânico". A recepção não foi das melhores e a produção acabou passando por um reboot depois do segundo ano. O resultado continuou sem agradar o público e a série foi cancelada.

"Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado" deve seguir o mesmo caminho que "Scream" e dificilmente sobreviverá para mais uma temporada. Com um enredo fraco, dramas chatos e um terror pífio, a série mantém o espectador ao longo de seus episódios apenas para que ele descubra qual o desfecho, mas sem muitas emoções.

Se a produção não mudar o rumo nos próximos episódios, a chance é grande de cair em um esquecimento e ninguém se lembrar do que foi feito no verão passado.

Assine Amazon Prime e assista a Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado:

Assinar Amazon Prime

*O UOL pode receber uma parcela das vendas pelo link recomendado neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.