PUBLICIDADE
Topo

Quem era Halyna Hutchins, diretora morta por tiro de Alec Baldwin em set

De Splash, em São Paulo

22/10/2021 10h30Atualizada em 22/10/2021 13h36

A cineasta Halyna Hutchins, 42 anos, morreu ontem após ser atingida por um tiro no set de filmagens do filme "Rust". O autor do disparo acidental da arma cenográfica foi o ator Alec Baldwin, 63 anos.

Halyna chegou a ser levada de avião para o Hospital da Universidade do Novo México, onde morreu devido aos ferimentos. O diretor e roteirista Joel Souza, 48 anos, também foi atingido, mas recebeu alta hoje.

Ela era responsável pela direção de fotografia do longa e chegou a fazer um post no Instagram com fotos da equipe em Santa Fé, local que abriga o rancho Bonanza Creek.

Halyna nasceu na Ucrânia em 1979 — quando fazia parte da extinta União Soviética — e morava em Los Angeles, nos Estados Unidos. Ela contava em seu site oficial que teve sua criação em uma base militar soviética no Circulo Polar Ártico, com sua educação "cercada por renas e submarinos nucleares".

Segundo o britânico The Guardian, Halyna se dizia "uma pirralha do exército" e passou a se interessar por cinema "porque "não havia muito o que fazer lá" no Ártico.

Formada em jornalismo pela Universidade Nacional de Kiev, na Ucrânia, ela também estudou cinema na American Film Institute, em 2015.

Hoje, o Conservatório AFI, que integra o American Film Institute lamentou a morte da ex-aluna e prometeu manter o seu legado.

Como é profundamente verdadeiro na arte da cinematografia, as palavras por si só não podem capturar a perda de alguém tão caro à comunidade AFI. Na AFI, prometemos que Halyna Hutchins viverá no espírito de todos os que se esforçam para ver seus sonhos realizados em histórias bem contadas. Conservatório AFI

Três anos depois, ela se tornou diretora de fotografia do 21st Century Fox DP Lab e, em 2019, conseguiu ser nomeada pela revista American Cinematographer's como uma de suas "estrelas em ascensão".

Ainda em 2019, ela ganhou o prêmio de melhor cinematografia do English Riviera Film Festival por seu trabalho no curta-metragem "Treacle".

Em 2017, ela marcou presença no Festival de Cannes, na França, para comemorar a exibição de 'Snowbound', filme em que ela era responsável pela cinematografia como diretora de fotografia.

Antes de "Rust", ela também trabalhou no filme de super-heróis estrelado por Joe Manganiello, "Archenemy", no drama policial "Blindfire" com Brian Geraghty — que fez "Guerra ao Terror", ganhador de seis Oscar em 2010 — e "Darlin", um longa de terror.

De acordo com o "The Santa Fe News Mexican", Halyna chegou trabalhar como jornalista investigativa em documentários britânicos na Europa.

No seu perfil oficial no Instagram, ela se definia como "sonhadora inquieta, viciada em adrenalina e diretora de fotografia".

A sua última publicação mostrava um passeio de cavalo há dois dias, enquanto tirava uma folga dos trabalhos em "Rust".

Uma das vantagens de filmar um faroeste é andar a cavalo no seu dia de folga. Halyna Hutchins