PUBLICIDADE
Topo

Noiva de 'Casamento às Cegas' sobre amizade com Lucas Jagger: 'Admiração'

Lucas Jagger e Carolina Novaes são amigos há 18 anos - Reprodução/Instagram
Lucas Jagger e Carolina Novaes são amigos há 18 anos Imagem: Reprodução/Instagram

Lucas Pasin

De Splash, no Rio

22/10/2021 04h00

Carolina Novaes, participante do "Casamento às Cegas Brasil", da Netflix, deixou os fãs do reality curiosos ao publicar uma foto com Lucas Jagger, filho de Mick Jagger com Luciana Gimenez. Ela conheceu a "família famosa" quando tinha apenas 11 anos e sua mãe, Benê Bernardino, foi trabalhar na casa da apresentadora da RedeTV!, em São Paulo. Carol e Lucas se tornaram amigos de infância.

Chamo ele de Luquinhas, crescemos juntos. Essa amizade surgiu naturalmente. Visitava a minha mãe e brincava com o Lucas enquanto ela trabalhava. Fazíamos companhia um ao outro. Além disso, ele faz aniversário dois dias após o meu, 18 de maio, e temos além de tudo essa conexão por sermos taurinos.

Carol, ao ser questionada sobre detalhes da amizade com Lucas Jagger, pede para não entrar muito na intimidade, mas diz que, assim como ela — que demonstrou ser contra o machismo em "Casamento às Cegas" —, o filho de Luciana Gimenez também carrega bandeiras que ela admira.

Não tenho como falar das bandeiras que o Luquinhas. O que posso dizer é que jamais conseguiria ter amizade, admiração, carinho e respeito por alguém que foge do entendimento, da compreensão das minhas lutas e dos meus valores.

Carolina Macedo se casou com Hudson Mendes no reality da Netflix - Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Carolina Novaes se casou com Hudson Mendes no reality da Netflix
Imagem: Reprodução/Netflix

A degustação 'polêmica' do vinho:

Por falar em seus valores e lutas, Carolina Novaes relembra ainda uma de suas cenas emblemáticas de "Casamento às Cegas", quando perguntou a um garçom, na frente do noivo, Hudson Mendes, sobre o motivo de ser sempre o papel do homem degustar um novo vinho. "Por que a mulher não pode degustar?", questionou, causando incômodo no noivo.

Não poderia ser diferente em um reality do que sou aqui fora. São pautas que vivencio. Como poderia escolher um companheiro se ele não as compreendesse? A importância de trazer essas pautas em um reality, principalmente no país onde moramos, é mostrar que essas coisas existem mesmo que tenha quem feche os olhos.

Ao receber críticas nas redes sociais por levantar pautas consideradas feministas, Carolina disse ter lido de muitos que estava com "mimimi", e aponta:

A reação do oprimido sempre é levantada, mas esquecem a agressividade do opressor. É justamente o que fazem para tentar mostrar que o seu questionamento, seu posicionamento está 'errado': fazem para invalidá-lo, para mostrar que você é o "mimimi"... Eles tentam te reduzir para calar a sua fala.

Carolina Novaes participou de "Casamento às Cegas Brasil" - Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Carolina Novaes participou de "Casamento às Cegas Brasil"
Imagem: Reprodução/Netflix

O machismo no reality

Carolina também comenta sobre o machismo ter sido apontado como um dos destaques em diversos episódios do reality, não só com ela, mas também com os outros casais.

Há quem tenha ido para o reality com conhecimento limitado devido a sociedade que tem esse machismo estrutural e ainda não conseguiu se libertar deste. Tem que ter intenção em mudar: a fala sobre isso não diz absolutamente nada sem as atitudes colocadas em prática. Nos episódios vemos o espelho da realidade: homens que buscam essa desconstrução e homens que não tem desejo em mudar e seguem afinco mostrando isso em atitudes, igualzinho aqui fora.

Splash contou com detalhes os desfechos dos cinco casais nos últimos episódios de "Casamento às Cegas Brasil", e também revelou alguns outros bastidores que a Netflix não mostrou, como "casais escondidos" e multa de R$ 100 mil.