PUBLICIDADE
Topo

Caso Baldwin: 'Nunca vi algo igual no Brasil', diz especialista

Colaboração para Splash, em São Paulo

22/10/2021 16h30

O acidente ocorrido no set de "Rust", filme de faroeste que tem como protagonista Alec Baldwin, levantou um debate sobre os riscos do uso de armas de fogo no mundo do cinema. O produtor do Centro de Treinamento Tático de Dublês, Bruno Santana, convidado do Splash Show, explica que o manuseio de armas em filmagens é feito sempre de forma muito técnica, justamente por causa dos riscos.

No Brasil, as produtoras de cinema precisam, inclusive, de autorização do Exército e da Polícia Civil.

Quando é feita uma cena de ação com armas, é pedida uma autorização das autoridades porque, se algo sair do planejado, a polícia precisa saber. No Brasil eu nunca vi esse tipo de acidente acontecer. No set, por exemplo, a pessoa precisa ficar a uma distância de pelo menos quatro metros do projétil que vai liberar a pólvora.

De acordo com o especialista, entre os cuidados adotados para evitar acidentes, está a presença de um profissional designado para que nada fuja do controle.

Sempre utilizamos um coordenador de ação, que verifica todas as armas, cápsulas, etc. O elenco precisa saber desse coordenador, que vai observar tudo nos mínimos detalhes.