PUBLICIDADE
Topo

Pistas 'escondidas' no dormitório revelavam os jogos de 'Round 6'; veja

Desenhos no dormitório principal davam dicas sobre os jogos de "Round 6" - Reprodução: Netflix
Desenhos no dormitório principal davam dicas sobre os jogos de "Round 6" Imagem: Reprodução: Netflix

Colaboração para Splash

11/10/2021 09h57

Maior sucesso da Netflix na atualidade, a série sul-coreana "Round 6" virou uma sensação mundial ao narrar um jogo mortal em que centenas de pessoas com problemas financeiros disputam um prêmio milionário — nos valores em reais, a quantia é de R$ 208 milhões. Na trama, os competidores precisam sobreviver a uma série de brincadeiras infantis, e aqueles que não conseguem vencer as disputas acabam morrendo.

Entre as brincadeiras mortais estão algumas das mais tradicionais da infância, como cabo de guerra, bolinhas de gude, ponte de cristal, entre outros. No entanto, os participantes não têm como prever qual será a próxima brincadeira e são pegos de surpresa.

Porém, de acordo com um vídeo publicado no canal do YouTube do ScreenRant, o que os competidores de "Round 6" não perceberam é que as dicas sobre todos os jogos estavam o tempo todo "na frente deles".

Segundo o noticioso, há várias pistas "escondidas" nas paredes do dormitório principal em que os personagens são colocados para competirem entre si, que indicam quais serão as brincadeiras da narrativa, inclusive em ordem de acontecimento, ou seja, da primeira até a última. Caso tivessem se tocado, isso poderia auxiliá-los a montarem melhores estratégias de jogo e, portanto, de sobrevivência.

No começo da disputa, como há muitas camas no local, fica difícil para os jogadores — e até mesmo o público — perceber. Entretanto, na medida em que dezenas deles vão morrendo, e o espaço fica vazio, as pistas, ou melhor, os desenhos, se tornam mais perceptíveis.

"Round 6" pode ter segunda temporada, diz criador

Hwang Dong-hyuk, criador de "Round 6" ainda não confirma, mas já admite que está planejando reuniões com executivos da Netflix sobre uma possível segunda temporada da série, que é sucesso no Brasil e no mundo todo. O diretor falou sobre os planos em sua primeira entrevista ao Brasil, publicada pelo jornal O Globo.

"Penso que, se fizer, será em cima da tentativa de Gi-hun (Lee Jung-jae) em achar as pessoas que fazem parte do jogo, como o homem com quem ele brincou com o papel. Acho que tentaria encontrá-lo. Há também a história do policial, se ele está vivo ou não. Mas são só ideias."

Vale lembrar que 'Round 6' começou como uma ideia em 2008, muito antes do lançamento do longa japonês que a série supostamente teria plagiado. Na época, Hwang morava com a mãe e a avó e concebeu a história pensando na disparidade social que ele mesmo observava (e vivia) entre ricos e pobres.

Durante alguns anos, Hwang tentou oferecer a ideia para alguns estúdios. Primeiro, como um filme. No entanto, o roteiro era sempre rejeitado.
A extrema violência dos jogos e a execução fantasiosa da série -- e dos personagens -- eram apontados como problemas. O diretor, então, acabou desistindo, porque concluiu que toda a ideia era muito irreal para o público acreditar.

Até que em setembro de 2019 a Netflix comprou o projeto. Na época, a gigante do streaming começava a fazer fortes investimentos no k-drama, apostando na popularidade da cultura oriental entre o público jovem, com grupos musicais e projetos do audiovisual.