PUBLICIDADE
Topo

Documentário expõe Britney Spears monitorada por escutas e celular invadido

A cantora Britney Spears - Reprodução/Instagram/@britneyspears
A cantora Britney Spears Imagem: Reprodução/Instagram/@britneyspears

De Splash, em São Paulo

11/10/2021 10h11

Mais um documentário chega para expôr os horrores que Britney Spears viveu durante 13 anos sob a tutela do pai.

Produzido pelo The New York Times, "Controlling Britney Spears: Em Busca de Liberdade" mostra que a estrela do pop era alvo de escutas clandestinas dentro de sua própria casa, onde até as conversas dela com os filhos eram monitoradas.

Além disso, o celular pessoal da cantora também era monitorado pelo pai e por sua equipe. Eles espelharam as mensagens e arquivos no aparelho em um tablet, através da nuvem. As principais revelações partem de Alex Vlasov, ex-funcionário da empresa de segurança contratada por Jamie Spears, pai da cantora, para monitorar a própria filha.

"O pai usava o acesso ao celular para controlar a filha. Eu cheguei a ver o Jamie confrontando a Britney: por que você mandou mensagem para fulano?", conta Vlasov.

Além disso, o ex-segurança contou que Britney Spears só podia sair de casa depois de tomar uma série de medicações.

"A gente dava envelopes fechados já com as pílulas para ela, e ela só podia sair depois de tomar tudo na nossa frente. Toda vez que a gente questionava isso, a resposta era que o cliente tinha pedido. E o cliente era o pai, Jamie."

No Brasil, o documentário "Controlling Britney Spears: Em Busca de Liberdade" está disponível no GloboPlay.

Antes de a tutela ser encerrada, a plataforma também já havia disponibilizado o documentário "Framing Britney Spears: A Vida de uma Estrela", outra produção do The New York Times.