PUBLICIDADE
Topo

Rita Lee parou de fumar após descobrir câncer e diz como está o tratamento

Rita Lee fala sobre tesão após os 70 e sobre tratamento do câncer - Reprodução / Instagram
Rita Lee fala sobre tesão após os 70 e sobre tratamento do câncer Imagem: Reprodução / Instagram

Colaboração para Splash

26/09/2021 08h01Atualizada em 26/09/2021 11h01

A cantora Rita Lee, 73 anos, diz que hoje seu maior prazer vem do tesão da alma.

"Já transei para caramba e, agora, tenho mais 'tesão na alma'. Um prazer que é despertado por um bom livro, meditação, quando tento me comunicar telepaticamente com irmãos das estrelas, com meus rituais espirituais", contou a cantora em entrevista ao jornal O Globo.

Rita contextualizou: "Tudo muda o tempo todo. Aos 73 anos, por exemplo, tenho meus cabelos brancos. Já fui loira, já fui ruiva — que era um sol na cabeça — e agora tenho a lua comigo. Sinto também um vetor da vida que transforma o desejo".

Então, mude! Já que não tem jeito mesmo, abrace a mudança. Com essa música ("Change", próxima música a ser lançada de Rita), gostaria de dar um upgrade no lado legal, quero viver no arco-íris, na coisa bacana, na pureza, na coragem, na liberdade... apesar desse momento tão escuro que o Brasil enfrenta", finalizou a cantora sobre o assunto.

Rita Lee comentou ainda o câncer de pulmão que descobriu em maio deste ano.

"Fiz um pacto com o universo, com o Criador, com os 'seres de luz', de que ia segurar a barra de ter um câncer no pulmão. Fiz a radioterapia e agora faço quimioterapia. Os exames estão ótimos. Mas fácil não é", destacou.

Rita ainda ressaltou que o diagnóstico não foi tanto uma surpresa. "Sabia que iria acontecer algo. Quantas vezes não disse que teria de pagar algum pedágio da vida? Era um sopro atrás do outro: 'Pare de fumar. Você fuma desde os 22 anos, pare agora'. Era como uma luz que acendia no fundo da mente".

Ela finalizou contando que, após a descoberta da doença e início do tratamento, parou de fumar.