PUBLICIDADE
Topo

Casa que inspirou 'Invocação do Mal' pode ser sua por R$ 6,3 milhões

Casa de "Invocação do Mal" é vendida nos EUA - Blueflash Photography for Mott & Chace Sotheby"s International Realty
Casa de "Invocação do Mal" é vendida nos EUA Imagem: Blueflash Photography for Mott & Chace Sotheby's International Realty

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/09/2021 20h22

A casa que inspirou o filme "Invocação do Mal" foi colocada à venda por US$ 1,2 milhão, equivalente a R$ 6,3 milhões. A residência fica na cidade de Burrillville, no estado de Rhode Island, nos Estados Unidos.

De acordo com o "The Post", a casa mal-assombrada da vida real, que inspirou o filme de terror de 2013, conta com três quartos. A residência foi comprada pelo casal Jenn e Cory Heinzen por cerca de 439 mil dólares em 2019, mas agora decidiram vender o imóvel.

Logo, o casal relatou que tiveram encontros com espíritos no tempo que moraram lá.

A dupla passou quatro meses em um quarto no andar de baixo da casa como "um sinal de respeito pelos espíritos", pois assim, segundo o casal, os espíritos se acostumariam com eles em vez de invadir o local. Mas, logo, eles receberam as boas-vindas de uma aparição que os espiou da porta da sala.

"Assim que percebemos que estávamos ambos acordados e vendo, ele se foi", disse o casal.

O filme "Invocação do Mal", uma franquia de filmes de terror, é baseada nos relatos da família Perron, que morava na casa na década de 1970.

Carolyn e Roger Perron, além de suas cinco filhas, se mudaram naquela década e notaram estranhas ocorrências, como camas sendo sacudidas pela manhã, odores de carne podre e uma vassoura se movendo sozinha de um lugar para outro.

Andrea Perron, a filha mais velha do casal, teria dito que o vendedor não revelou a história de assassinato, suicídio e estupro na casa. A lista indica que há rumores de que a propriedade é assombrada pelo fantasma de Bathsheba Sherman, que viveu lá nos anos 1800. Os Perrons convocaram investigadores paranormais - Ed e Lorraine Warren - em 1973.

A filha do casal, Madison, também supostamente testemunhou acontecimentos assombrados lá, dizendo a seus seguidores TikTok que viu um fantasma.

"Eu estava jantando sozinha e vi alguém correndo por mim. Eu peguei pelo canto esquerdo do meu olho, e tudo que vi foi um véu e uma saia e ele simplesmente desapareceu no ar. Tudo isso aconteceu em um período de três segundos e eu simplesmente fiquei ali sentado, sem acreditar no que fazer", disse ela em um vídeo.

Certa vez, um investigador principal do "Travel Channel", do programa "Ghost Adventures", Zak Bagans, disse que explorar a propriedade o deixou doente. "Tirou tudo de mim. Meu corpo não estava funcionando direito. Meu equilíbrio. Este lugar é assombrado por algo que acredito ser muito antigo", disse ele à People.

Casa de 'Invocação do Mal' é vendida nos EUA