PUBLICIDADE
Topo

Chico Buarque processa governador do RS por usar sua imagem em vídeo

Governador, Eduardo Leite é um dos possíveis candidatos do PSDB para disputar a presidência em 2022 - Reprodução/TV Globo
Governador, Eduardo Leite é um dos possíveis candidatos do PSDB para disputar a presidência em 2022 Imagem: Reprodução/TV Globo

Anaís Motta

De Splash, em São Paulo

11/09/2021 19h22Atualizada em 12/09/2021 16h43

O cantor e compositor Chico Buarque entrou com uma ação no TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) contra o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), por uso indevido de sua imagem em um vídeo publicado nas redes sociais. Segundo a defesa de Chico, a gravação compartilhada por Leite usou, sem autorização, o nome e as imagens do cantor.

O processo também tem como alvos o Twitter e o Facebook, onde as imagens foram divulgadas. Na ação, o advogado de Chico Buarque, João Tancredo, reforça que o cantor "não autorizou, nem nunca autorizaria" o uso de sua imagem para fazer publicidade e pede:

  • que o vídeo seja apagado das redes sociais (Twitter, Facebook e Instagram);
  • indenização de R$ 40 mil por danos morais.

A utilização da imagem em anúncio publicitário e eleitoreiro possui o intuito único de transmitir ao público a vinculação de Eduardo Leite com o autor [Chico Buarque], como mais um instrumento de propaganda na difusão da sua imagem e na sedução do público. Tal conduta causou e está causando dor profunda ao artista, atingindo-o no âmago de seus valores éticos e morais.
Trecho da ação de Chico Buarque

No vídeo, publicado no último dia 4, o governador critica a polarização entre direita e esquerda — e entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) —, se apresentando como uma alternativa de centro. Leite, vale lembrar, vai disputar as prévias do PSDB em novembro, quando o partido escolherá seu candidato à presidência em 2022.

Chico Buarque é citado por volta do minuto 1:09 (assista abaixo), quando o governador diz:

"Nós não precisamos pensar todos iguais para sermos todos o mesmo Brasil. Basta aceitar, respeitar, conversar com as nossas diferenças. Basta ver no Chico Buarque e no Sérgio Reis duas belezas musicais, e não só duas escolhas políticas. Basta lembrar que nós, assim como eles, somos todos brasileiros."

O UOL procurou a assessoria do governo do Rio Grande do Sul para pedir um posicionamento sobre o caso e ainda aguarda retorno. Até a última atualização desta reportagem, Eduardo Leite ainda não havia se pronunciado nas redes sociais.