PUBLICIDADE
Topo

Preta Gil sonha com volta ao Carnaval, mas não em 2022: 'Infelizmente'

Colaboração para Splash, em São Paulo

29/08/2021 04h00

Preta e Francisco Gil foram os convidados de Zeca Camargo para o "Splash Entrevista" desta semana. Os representantes da família Gil falaram da parceria musical, das formas de se protegem dos haters e, claro, das expectativas para o retorno aos palcos e da maior festa popular do Brasil, o Carnaval. No "Splash Entrevista", Zeca Camargo recebe toda semana, convidados especiais para bater um papo no Canal UOL sobre a vida, carreira e projetos.

Aos 46 anos, Preta Gil contou já ter tomado a primeira dose da vacina contra a covid-19. Já Fran, de 26 anos, se vacinou pouco depois da gravação deste papo.

Já pode ter Carnaval?

Questionada por Zeca se a parceria com o filho poderia se repetir no famoso Bloco da Preta —que já juntou mais de um milhão de pessoas no Carnaval carioca, a cantora foi enfática ao dizer que não vê a hora, mas que sabe que ainda não é o momento.

Tenho muito pé no chão. Querer é uma coisa, querer eu queria que tudo voltasse. Queria voltar a fazer show, queria que tivesse Carnaval no ano que vem, queria botar meu bloco na rua. Quero trazer de volta o ganha-pão de toda uma cadeia produtiva que perdeu muito. Preta Gil

Preta lembrou que, como cantora e empresária, ela tem responsabilidades. Para ela, a vontade de retomar a vida normal "não tem nada com o que de fato é o certo". Isso porque, mesmo com a vacinação acontecendo em todo o país, ainda falta muito para retomarmos as atividades em segurança.

A gente está caminhando para uma vacinação que em alguns estados é maior ou menor. Mas a gente tem um negacionismo muito grande no Brasil. Preta Gil

gil - Splash Entrevista / UOL - Splash Entrevista / UOL
Splash Entrevista: Zeca Camargo recebe Preta Gil e o filho Francisco
Imagem: Splash Entrevista / UOL


A cantora ainda fez questão de lembrar que, diferentemente de outros países, o Brasil tem a maior festa popular do mundo: o Carnaval, em que milhões de pessoas de reúnem nas ruas e nos sambodrómos e não há como controlar quem se vacinou ou não.

Essa coisa do Carnaval, que aglomera a rua, isso acho que não rola em 2022, infelizmente. Calma... Há um ano e meio estamos passando por isso. Por que a gente vai fazer uma abertura de forma tão irresponsável, correndo o risco de vir uma nova onda, que está aqui na nossa jugular? Preta Gil

Vamos nos vacinar!

Ainda na conversa, Preta Gil contou que assim que a OMS liberar, ela vai analisar formas de botar seu bloco na rua.

Para tudo voltar, você vai ter que convencer seu pai a ir vacinar, vai ter que conversar com sua prima que diz que não vai, a gente tem que ganhar [as pessoas] no laço. Eu estou nessa, já ganhei umas 10 vacinas. Preta Gil

"Splash Entrevista"

Na última semana, o DJ Rennan da Penha passou por aqui e revelou um projeto e tanto: fazer músicas com compositores no presidio. Ele também celebrou o bom momento na carreira musical e da parceria com Anitta.