PUBLICIDADE
Topo

O dia em que Kanye West, o pastor, encontrou Marilyn Manson, o anticristo

Kanye West convidou Marilyn Manson, acusado de estupro, e DaBaby, autor de comentários homofóbicos, para evento de seu novo álbum
Kanye West convidou Marilyn Manson, acusado de estupro, e DaBaby, autor de comentários homofóbicos, para evento de seu novo álbum
Reprodução

De Splash, em São Paulo

27/08/2021 11h42

Rolou ontem o terceiro evento de audição de "Donda", o novo álbum de Kanye West. Ele montou num estádio a casa em que passou a infância, e colocou uma cruz em chamas no telhado.

Ele se apresentou com um convidado que chamou a atenção do público: Marilyn Manson estava no palco assistindo ao evento.

Continua depois da publicidade

Como o último trabalho de Kanye foi "Jesus Is King" e o rapper literalmente fez uma turnê de cerimônias religiosas semanais, foi difícil não pensar no aspecto religioso:

Marilyn Manson, conhecido como o anticristo do rock, encontrou Kanye West, o pastor do rap.

Os fãs interpretaram como uma tentativa de converter Marilyn Manson:

Já imaginaram como foi o convite:

Mas as escolhas de Kanye também geraram polêmica: Marilyn Manson é acusado de estupro e tortura por atrizes como Evan Rachel Wood e Esme Bianco.

Além dele, também estava no palco o rapper DaBaby, que fez um discurso homofóbico durante um show.

Continua depois da publicidade

"Botar DaBaby e Marilyn manson na track que se chama JAIL (cadeia). Kanye West: o oficial de Justiça", escreveu um usuário do Twitter.

"Boatos de que, após DaBaby e Marilyn Manson, Kanye West trará Flordelis para um feat em 'Donda'."

"Kanye West colocou Marilyn Manson e DaBaby juntos pra polícia gastar uma batida só, gênio."

Tem gente citando "A Fazenda": amiga, eu não tenho como te defender!

O lançamento de "Donda" já foi adiado algumas vezes, e agora a Apple Music define a data como 3 de setembro.