PUBLICIDADE
Topo

'Foco na genitália': o que diz a advogada do bebê de 'Nevermind'

A advogada afirma que o Nirvana usou a imagem do bebê nu para ganhar popularidade - Reprodução/Instagram
A advogada afirma que o Nirvana usou a imagem do bebê nu para ganhar popularidade Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

27/08/2021 16h20

A advogada de Spencer Elden, o bebê da capa do disco "Nevermind", falou mais sobre o processo em que acusa a banda de exploração sexual infantil em entrevista à revista Variety.

"Bom, eu não quero entregar a tese do meu caso, e tem algumas partes que o sigilo entre advogado e cliente impede que eu detalhe aqui. Dito isso, é muito claro que quando o foco de uma foto é na genitália de uma criança, ela é considerada pornografia infantil", afirma Maggie Mabie.

Para tirar essa foto, eles precisaram ativar o reflexo de vômito de Spencer. Eles o arremessaram na água várias vezes. Eles posicionaram a câmera de forma que aumentasse seus genitais, e tornaram a genitália dele o ponto focal da imagem. Maggie Mabie, advogada de Spencer Elden

"Isso está muito alinhado com todos os fatores utilizados para analisar se uma imagem constitui ou não pornografia infantil", completa a advogada.

Ela argumenta que a banda utilizou a imagem para se popularizar chocando as pessoas: "Acho que, antes do lançamento desse álbum, o Nirvana era uma banda grunge bem desconhecida".

E isso é parte de um esquema montado para vender discos, e foi uma coisa que eles fizeram como estratégia de marketing. Então é exploração da pornografia infantil, e eles sabiam quando fizeram. É por isso que resultou em tantos álbuns vendidos.