PUBLICIDADE
Topo

Robin bissexual é um passo para inclusão, diz neta de criador da DC

Robin de Tim Drake se assumiu bissexual em nova HQ do Batman - Reprodução
Robin de Tim Drake se assumiu bissexual em nova HQ do Batman Imagem: Reprodução

De Splash, em São Paulo

14/08/2021 11h49

Após Tim Drake, o Robin das HQs da DC Comics, ter se assumido bissexual na história "Batman: Urban Legends #6", a neta de um dos criadores do selo demonstrou o seu apoio à decisão.

Dana Wheeler-Nicholson, atriz conhecida por ter atuado em séries como "Nashville", "Friday Night Lights" e "All My Children", conversou com o site TMZ e disse que amou a revelação sobre o pupilo do Homem-Morcego.

Segundo ela, o fato de o Robin ser um personagem clássico e tão adorado é um passo a mais rumo à inclusão e à tolerância da comunidade LGBTQIA+.

Wheeler-Nicholson completa, explicando que personagens de quadrinhos são ícones culturais, e a homossexualidade ser incluída nesse tipo de narrativa não só ajuda a normalizá-la, mas pode ser importante para que fãs consigam se entender ou se identificar com os personagens.

A revelação sobre Robin foi feita no capítulo "Sum of Our Parts" (ou "Soma de Nossas Partes", em tradução livre), com texto de Meghan Fitzmartin e artes de Belén Ortega, e inclui um trecho em que Tim Drake afirma ser um homem bissexual. Nas redes sociais, a comoção foi positiva.

Dana é neta de Malcolm Wheeler-Nicholson, um homem que teve uma carreira nas forças armadas antes de se tornar um escritor de literatura pulp, precursora dos gibis.

Em 1934, após observar o surgimento de algumas revistas com histórias em quadrinhos, o então Major fundou a National Allied Publications, sua própria editora. Nela, ele começou a publicar revistas com tirinhas, como a "New Fun #1", com histórias de humor, faroeste e aventuras. Eventualmente, Malcolm vendeu a National Allied Publications, dando início ao que transformaria o selo no que é hoje a DC Comics.

.