PUBLICIDADE
Topo

Astro de 'Shang-Chi' detona chefão da Disney: 'Não somos um experimento'

Shang-Chi (Simu Liu) em "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis" - Marvel Studios
Shang-Chi (Simu Liu) em "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis" Imagem: Marvel Studios

De Splash, em São Paulo

14/08/2021 18h23

O ator Simu Liu, protagonista de "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis", criticou o CEO da Disney, Bob Chapek, por ter chamado o primeiro longa da Marvel protagonizado por um herói asiático de "experimento".

Durante o balanço trimestral da Walt Disney Company, realizado na última quinta-feira (12), Chapek afirmou que o lançamento de "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis" seria "um experimento interessante para [a companhia]". O longa tem lançamento marcado para o dia 3 de setembro nos Estados Unidos, e por 45 dias ficará apenas nos cinemas.

Apesar da pandemia, a Casa do Mickey Mouse optou por manter a aventura como um lançamento exclusivo das telonas —o contrário do que fez com "Viúva Negra" (2021), "Luca" (2021), "Cruella" (2021) e "Soul" (2020) e "Mulan" (2020), por exemplo.

Simu Liu em "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis". Filme integra Fase Quatro da Marvel - Marvel Studios/Divulgação - Marvel Studios/Divulgação
Simu Liu em "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis"
Imagem: Marvel Studios/Divulgação

Liu, que dá vida ao Mestre do Kung Fu no filme dirigido por Destin Daniel Cretton, usou o Twitter para deixar claro que não ficou satisfeito com o comentário.

Não somos um experimento. Somos os azarões; os subestimados. Os que quebram as barreiras. Somos a celebração de cultura e alegria que vai perseverar após um ano difícil.

Nós somos a surpresa.

Estou super empolgado para fazer história no dia 3 de setembro.

"Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis" vai apresentar um novo herói ao Universo Cinematográfico Marvel, e é o primeiro filme do estúdio a ter lançamento exclusivo nos cinemas desde "Vingadores: Ultimato" (2019), já que "Viúva Negra" saiu simultaneamente no Disney+, no formato Premier Access.

O longa faz parte da Fase Quatro, e dá seguimento à história dos maiores heróis da Terra introduzindo uma nova leva de integrantes para o time.

O filme vai trazer a história de um jovem criado em reclusão por seu pai. Especialista nas artes marciais, ele logo descobre que a vida não é como imaginava quando tem a primeira chance de entrar em contato com o resto do mundo. O elenco também conta com Awkwafina, Michelle Yeoh, Tim Roth e Benedict Wong.

Na mesma conferência de balanço trimestral, Chapek fez algumas menções ao processo movido por Scarlett Johansson. Ele sugeriu que a ação é uma "anomalia" e afirmou que a empresa entrou em acordos financeiros satisfatórios com suas estrelas.