PUBLICIDADE
Topo

Autor do cartaz do novo filme de Almodóvar já temia censura do Instagram

Cartaz de 'Madres Paralelas', de Pedro Almodóvar
Cartaz de 'Madres Paralelas', de Pedro Almodóvar
Divulgação

Laysa Zanetti

De Splash, em São Paulo

11/08/2021 04h00

Quando o ilustador espanhol Javier Jaén recebeu uma ligação convidando-o para criar a arte do próximo filme de Pedro Almodóvar, ele sabia que seria algo marcante.

Mas não sabia que o futuro lhe reservava uma polêmica e uma enxurrada de pedidos de entrevista

Eu respondi a ele que sim, claro. Então desliguei o telefone e entrei em pânico, porque é um desses projetos que você realmente quer fazer dar certo.

Javier Jaén, em entrevista para Splash
Continua depois da publicidade
Reprodução/GQ - Reprodução/GQ
Imagem: Reprodução/GQ

Aos 38 anos, Jaén tem um belo currículo. Já trabalhou com publicações como The New York Times, New Yorker e El País e grifes como a Louis Vuitton.

Ao aceitar criar o cartaz de "Madres Paralelas", Javier não apenas realizou um sonho, mas lidou pela primeira vez com a censura.

O pôster, que mostra um mamilo feminino derramando uma gota de leite, foi removido do Instagram pouco depois de ter sido publicado pelo diretor, por violar as regras de uso da plataforma.

O autor, é claro, não gostou disso. Mas a reação é algo que ele já esperava.

O nascimento

Javier Jaén conversou com Splash sobre a criação do cartaz, o trabalho com Almodóvar e o impacto do Instagram na escolha.

Eu perguntei a eles o que tinham em mente, se imaginavam alguma coisa para o cartaz. Eles me responderam: 'É claro que não. Você vem e assiste ao filme com Pedro'.

Continua depois da publicidade
Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Penélope Cruz, Aitana Sánchez Gijón, Milena Smit farão e Israel Elejalde compõem o elenco de 'Madres Paralelas'
Imagem: Reprodução/Instagram

Passado o susto, isso foi exatamente o que Javier fez.

Fui a Madri e vimos o filme, que nem estava finalizado. Foi uma experiência estranha e divertida. Fiz anotações e rascunhos e [a arte final] nasceu de um dos rabiscos que fiz ali.

Autocensura? Aqui, não.

Todo o processo criativo foi muito rápido, segundo ele. A pós-produção precisava ser finalizada por causa da pandemia, e o longa havia sido selecionado para abrir o Festival de Veneza, um dos mais importantes do mundo, que rola de 1º a 11 de setembro deste ano.

Javier Jaén - Javier Jaén
Ilustração para celebrar os 20 anos da série 'Twin Peaks', feita por Javier Jaén para a Galeria Menier, em Londres
Imagem: Javier Jaén
Continua depois da publicidade
Em uma semana, enviei umas dez opções. Eles gostaram de duas ou três, mas para mim estava claro que essa se destacava das demais.
Javier Jaén

Apesar da escolha fácil, o time conhecia os riscos.

Reprodução/YouTube - Reprodução/YouTube
Almodóvar e Penélope Cruz nos bastidores de 'Madres Paralelas'
Imagem: Reprodução/YouTube
Não éramos inocentes. Pensamos: 'Gostamos do cartaz, mas e se não pudermos divulgá-lo na internet?' Isso me deixou muito triste, porque poderia cair numa espécie de autocensura.
Continua depois da publicidade

No dia seguinte, Javier recebeu uma ligação do próprio Pedro Almodóvar. A conversa entre os dois foi o que levou à decisão final.

Ali, o ilustrador percebeu duas coisas: que Almodóvar faz filmes desde muito antes de qualquer rede social pensar em existir, e que é uma questão de integridade artística.

Decidimos não apagar o pôster só porque alguém do Instagram achou que precisa proteger o mundo de uma imagem que é provavelmente a primeira coisa que eu vi quando era bebê.
Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Detalhe do cartaz de 'Madres Paralelas'
Imagem: Reprodução/Instagram

Jaén acredita que a decisão de manter o tal mamilo polêmico, apoiada por todo o time da produtora El Deseo, passa uma mensagem importante.

Precisamos ser corajosos e fazer o que achamos bom. Perguntam se eu fiz isso por causa da polêmica, mas é justamente o oposto. Fazemos o que achamos ser o certo.
Continua depois da publicidade

Frente a frente com o Instagram

Apesar de já saber a diretriz do Instagram sobre mamilos femininos (os masculinos são liberados, afinal), o sentimento de revolta cresceu em Jaén quando uma publicação sua foi removida da plataforma.

Sou privilegiado de sofrer isso como um designer gráfico fazendo um pôster. Mas penso nas pessoas que estão ouvindo da plataforma que seus corpos e seios são errados.

Ele completa:

Continua depois da publicidade
Não vi nada de errado com o pôster. Se alguém não gostar, achar que não condiz com o filme, fico feliz em debater. Mas dizer que é perigoso? O problema está nos olhos de quem vê.

Hoje, a assessoria do Instagram emitiu uma nota: "Em um primeiro momento, removemos diversos conteúdos com essa imagem por violar nossas regras de nudez. No entanto, abrimos exceções para permitir a nudez em certas circunstâncias, incluindo quando há um contexto artístico claro".

O comunicado segue: "Portanto, restauramos as publicações que compartilham o pôster do filme de Almodóvar no Instagram e lamentamos qualquer transtorno".

Contra os significados

Parte do processo criativo de Javier Jaén envolve brincadeiras com metáforas e cenários que se relacionam com a experiência diária e as rotinas das pessoas comuns.

Continua depois da publicidade
Odeio quando dizem que a arte precisa fazer as pessoas pensarem ou algo assim. Não é sobre isso, é comunicação. Deve tocar as pessoas.

O ilustrador explica:

Pode ser uma seta dizendo onde é a saída. Às vezes, o trabalho é esse, e tudo bem. Não é só fazer explosões ou tentar fazer algo original. É tentar condensar a alma em uma imagem.

Um grande drama

"Madres Paralelas", ainda sem título em português, fará sua grande estreia em Veneza, na Itália, mas enquanto a bienal não chega, o ilustrador adianta o que o público pode esperar do filme.

Continua depois da publicidade
Divulgação - Divulgação
O cineasta Pedro Almodóvar
Imagem: Divulgação
É um grande drama, com duas mulheres fortes. Fala da maternidade de maneira ampla, sobre família, raízes, sobre quem somos. É um filme poderoso. E o cartaz precisa dizer isso.

Se ele gostou? Pode apostar. Jaén finaliza a entrevista enfatizando isso:

E preciso acrescentar, é um filme muito bom.