PUBLICIDADE
Topo

Péricles canta 'Olhos Coloridos' e desabafa sobre racismo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/08/2021 04h00

Péricles é o convidado de Tiago Abravanel, na penúltima semana da temporada de "Sai da Caixa". O cantor, que relembrou as diversas profissões que assumiu antes da carreira musical, também fez algumas revelações pessoais ao apresentador.

Semanalmente, Abravanel recebeu um convidado que soltou a voz, no Canal UOL, com canções de fora do seu repertório musical. Péricles foi de Sandra de Sá. Priscilla Alcantara de Charlie Brown Jr. e Di Ferreiro com sucesso sertanejo de Maiara e Maraisa.

sai da caix - Reinaldo Canato/UOL - Reinaldo Canato/UOL
Péricles se apresenta no "Sai da Caixa", com Tiago Abravanel
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

A escolha de Péricles para sair da caixa, foi um sucesso de Sandra de Sá. A letra da música lançada em 2012, nunca esteve tão atual, analisou o cantor:

'Olhos Coloridos' nunca foi tão atual. Hoje ainda existem pessoas acreditando que a cor da pele define o caráter de uma pessoa e isso é tão antigo. Não digo antigo, é fora de moda e não poderia jamais nem ser comum e nem ser normal. Péricles

Péricles aproveitou a oportunidade e desabafou que não pode ser comum e nem aceito, assistir pessoas morrendo de fome, sendo agredidas por qualquer que seja o motivo. Atualmente não cabe essas situações na população.

Uma música como "Olhos Coloridos", eu não gostaria que fosse tão atual. Queria que fosse um clássico e que a gente lembrasse: 'Você lembra daqueles tempos, quando a pessoa olhava para a cor da pele, para o valor no bolso'. Acho que isso ainda vai acontecer e a ferramenta é a educação. Péricles

X - Reinaldo Canato/UOL - Reinaldo Canato/UOL
Tiago Abravanel recebe Péricles, no "Sai da Caixa"
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

Tem que ser bom para todo mundo

Durante o papo, o convidado revelou para Abravanel que ele também passa por isso, mesmo sendo uma figura pública e reconhecida em todo o país: "Se não está bom para um, não está bom para todo mundo. Eu sinto isso! Tem que estar bom para todo mundo, todos têm que ter as mesmas condições", desabafou.

"Quando todos não têm as mesmas condições é perigoso. O ser humano é imprevisível, se ele não tem as condições, arruma. Então todos têm que ter as condições de crescer e ser cidadãos". Péricles

Finalizando, Péricles concluiu que existem alguns tipos de pessoas: as que são desprovidas de condições e se esforçam para mudar essa realidade e outras que se não há condições, vai atrás para tomá-las, de todas as formas e isso pode ser perigoso.

"Sai da Caixa" toda quarta-feira, às 11h:

Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui.