Topo

Amanda Knox acusa filme com Matt Damon de querer lucrar com sua tragédia

Amanda Knox acusa filme "Stillwater" de usar história dela sem consentimento Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, no Rio

01/08/2021 17h50

A norte-americana Amanda Knox, 34, acusou o filme "Sillwater", estrelado por Matt Damon, 50, de querer lucrar com a tragédia pessoal dela. Em 2015, ela foi inocentada de uma acusação de homicídio, pela qual chegou a ficar cinco anos presa.

Amanda Knox foi inocentada em julgamento que se estendeu por mais de 8 anos Imagem: Reprodução/Instagram

Em texto publicado na revista The Atlantic, Amanda questionou o direito de os produtores do filme usarem sua história. No artigo, que ganhou o título de "Quem é o dono da Amanda Knox?", a atriz diz que foi condenada de maneira equivocada e pede "para ter paz".

Meu nome pertence a mim? Meu rosto? E quanto à minha vida? Minha história? Por que meu nome é usado para se referir a eventos dos quais não participei?
Amanda Knox, na revista The Atlantic

A atriz disse ainda que não autorizou que o longa fosse feito com base na história dela:

Volto a essas perguntas repetidamente, porque continuam a lucrar com minha identidade e meu trauma, sem meu consentimento.

"Stillwater" conta a história de um americano, interpretado por Damon, que vai à França para ajudar sua filha, presa, acusada de matar uma amiga. Em 2007, Amanda foi detida, aos 20 anos, por suspeita de assassinar a companheira de quarto, Meredith Kercher, na Itália.

'Inspiração', diz o diretor

O nome de Amanda não é citado no longa, mas o diretor da produção, Tom McCarthy, admitiu ter se inspirado na história dela. Em entrevistas de promoção do filme, McCarthy disse que a história da atriz foi um ponto de partida, mas que não quis "mimetizar" sua tragédia.

Fiquei muito fascinado pelo caso Amanda Knox. Serviu somente como inspiração mesmo, eu comecei a pensar sobre a relação com o pai, eu havia acabado de ter uma filha.
Tom McCarthy, diretor de "Stillwater"

Depois de receber elogios em Cannes, 'Stillwater' estreou anteontem nos cinemas dos Estados Unidos Imagem: Divulgação

Depois de ser indiciada duas vezes, Knox foi absolvida em um julgamento que se estendeu por oito anos. Na decisão, a Corte Superior de Cassação da Itália apontou que erros da polícia durante a investigação impediram uma avaliação conclusiva do caso. A história da atriz já foi contada em um filme. Em 2016, a Netflix lançou o documentário "Amanda Knox".

A première de "Stillwater" aconteceu há três semanas, no Festival de Cannes, na França. Com a presença de Matt Damon, o filme foi aplaudido de pé pelo público e já é apontado como um dos cotados ao Oscar do ano que vem.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Amanda Knox acusa filme com Matt Damon de querer lucrar com sua tragédia - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL