PUBLICIDADE
Topo

Emicida conta que vai cantar em eventual posse de Lula e alfineta Bolsonaro

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/07/2021 04h00

Emicida e Zeca Camargo bateram um papo incrível no "Splash Entrevista". Os dois falaram de tudo, das expectativas para a ida a Portugal lecionar na Universidade de Coimbra, dos bastidores da gravação do show no Theatro Municipal e do sucesso que ele está fazendo na Netflix, ao lado do documentário.

Ao fim da conversa, Zeca Camargo pegou o livro escrito por Emicida, na comemoração dos dez anos da sua primeira mixtape e com a colaboração de fãs, amigos, artistas e personalidades, como o ex-presidente do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, que foi responsável pelo prefácio da obra.

"Quem escreveu o prefácio foi um cara que, inclusive estava na prisão, quando escreveu", começou Zeca lembrando que Pabllo Vittar havia dito, recentemente, que vai cantar caso ele seja eleito, e curioso quis saber: "O Emicida já está ensaiando esse show também?"

Já falei com a Pabllo, onde ela me chamar é só falar a hora e a roupa (...) Estamos aí, é isso mesmo, vamos. Emicida

asasas - Splash Entrevista / UOL - Splash Entrevista / UOL
Splash Entrevista: Emicida fala da expectativa para entrar na Universidade como professor
Imagem: Splash Entrevista / UOL

O prefácio

Na conversa, Emicida aproveitou para reforçar a gratidão de ter um texto de Lula imortalizado na sua obra: "Foi uma honra demais. No momento não foi nada fácil, a gente tem vivido anos muito duros", começou.

A experiência do cárcere que o Lula enfrentou foi uma injustiça muito grande. Quando ele enviou esse texto, pra mim foi a concretização de um sonho. Emicida

Emicida recordou que o livro foi escrito no período em que Lula era o presidente do Brasil e ele, ao lado de outros cantores, vendiam os CDs na rua. E que ter o presidente fazendo uma analogia com a própria história e analisando o período que estavam vivendo, foi uma honra sem tamanho. E concluiu:

Fico muito feliz dele ter voltado a falar publicamente, fico feliz dele ter aparecido novamente. Foi só depois dele ter aberto a boca que o Bolsonaro usou máscara. Foi só depois que ele abriu a boca que vagabundo começou a falar de vacina. Emicida

"Splash Entrevista"

Toda quarta-feira, Zeca Camargo recebe convidados pra lá de especiais, em conversas divertidas sobre o dia a dia, trajetória e novos projetos. Na última semana, Gabriel O Pensador falou do lançamento de "Girl From Garopaba", música escrita para a namorada.

Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui.