PUBLICIDADE
Topo

Mindy Kaling rebate críticas por Velma ser asiática em spin-off de Scooby

Mindy Kaling rebateu críticas racistas por reinvenção de Velma como sul-asiática - Reprodução
Mindy Kaling rebateu críticas racistas por reinvenção de Velma como sul-asiática Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

23/07/2021 13h11

A atriz e produtora Mindy Kaling, de 42 anos, rebateu críticas e ataques racistas feitos nas redes sociais após a revelação de que o novo spin-off do desenho "Scooy-Doo", centrado em Velma, irá reinventar as origens da personagem como uma pessoa sul-asiática.

Em entrevista ao programa "Late Night", a artista, que emprestará sua voz à personagem e também produzirá a animação, disse ter ficado surpresa com os ataques e que não esperava esse tipo de reação.

Mindy Kaling questionou o porquê de as pessoas terem dificuldade em imaginar que Velma, a mais inteligente da turma de detetives, é natural da Índia. "Existem nerds indianos, não deveria ser uma surpresa para as pessoas", afirmou.

"Foi anunciado a cerca de um mês que Velma seria reinventada como sul-asiática e algumas pessoas não ficaram felizes. Havia muitos comentários, tipo, 'então não é a Velma'. Eu simplesmente não conseguia entender como as pessoas não podiam imaginar uma garota inteligente e nerd que ama resolver mistérios, poderia ser indiana", relatou a atriz.

"Isso tudo me faz pensar como preciso ser muito cuidadosa com essa personagem e nós teremos todos os cuidados, porque ela é muito amada. Ela terá ótimas aventuras", completou.

O derivado de "Scooby-Doo" com foco em Velma está em fase de desenvolvimento e será lançado no streaming do HBO Max. No total, o spin-off terá 10 episódios, e ainda não tem data de estreia definida.