PUBLICIDADE
Topo

Vereador emociona famosos ao tatuar risada da mãe que morreu de covid-19

Rafael Vaz Lopes com a mãe, Marlene, que morreu por complicações da covid-19
Rafael Vaz Lopes com a mãe, Marlene, que morreu por complicações da covid-19
Reprodução/Instagram

Felipe Pinheiro

De Splash, em São Paulo

19/07/2021 04h00

Rafael Vaz Lopes perdeu a mãe neste ano para a covid-19 e, quando a morte fez 180 dias, o vereador de Jaru, município de Rondônia, postou a tatuagem sonora que fez no antebraço.

No vídeo, publicado no TikTok, ele aponta o celular para a tattoo e, como mágica, a mãe solta uma deliciosa gargalhada.

Prepara o lencinho...

Continua depois da publicidade

Propagando o amor

Em poucas horas, o vídeo viralizou nas redes sociais e chamou a atenção de famosos como Alok, Thaeme, Solange Almeida e Lucas Lucco. Além de uma multidão de anônimos, que se emocionou com a homenagem.

Já são mais de 1,4 milhão de visualizações somente no TikTok.

A ideia da tatuagem

Rafael e a mãe, Marlene, viajaram a Miami em 2018. No aeroporto, ela começou a rir sem parar, e o filho gravou um vídeo do momento. "Coisa de mãe e filho, sabe? Nunca imaginei que a perderia", diz.

No ano seguinte, o vereador descobriu esse tipo de tatuagem, feita pela Skin Motion.

Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Rafael Vaz Lopes com a mãe em foto de março de 2020, no dia do aniversário dela
Imagem: Reprodução/Instagram
Captei o som da risada dela do vídeo e tatuei. Ela viu, foi muito emocionante. Dois anos depois, eu a perdi, e a tatuagem fez muito mais sentido.
Rafael Vaz Lopes

Ele diz que a mãe sempre foi contra tatuagens, mas ficou admirada com a tecnologia. Para Rafael, a tattoo desperta as melhores recordações.

"É a melodia que mais gosto de ouvir. Agora ficará eternamente comigo. Lembro da nossa história de amor. Minha mãe era minha melhor amiga."

Continua depois da publicidade
Perder a mãe não é só perder a parte física, é perder uma companhia. A mesa do café, o almoço, a chave do carro pendurada, o sapato na porta. Perdi os detalhes.

Repercussão da tatuagem

Rafael estava emotivo em um hotel quando postou a risada da mãe. No dia seguinte, veio o "abraço coletivo" que o confortou.

"Recebi mensagens de carinho, e isso me fez um bem gigantesco", afirma.

Não soube me conter de felicidade. Não só pela quantidade de pessoas que compartilharam, mas por saber que minha mãe foi ouvida quase que pelo Brasil inteiro.
Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
A risada de Marlene Lopes foi eternizada com uma tatuagem feita pelo filho
Imagem: Reprodução/Instagram
Continua depois da publicidade

A infecção pela covid-19

Rafael não sabe ao certo como a mãe se infectou. Após o contato com a manicure, Marlene contou que havia testado positivo. O vereador e os irmãos também tiveram covid-19 no mesmo período.

Aos 53 anos, acabou não resistindo às complicações do novo coronavírus.

Com menos de três dias de internação, ela foi para a UTI. Lá, ficou mais dois dias e foi intubada. Não voltou mais. Depois de 29 dias na UTI, perdemos ela.

Para fazer a tatuagem sonora, basta ter um áudio de até 15 segundos e enviar para a empresa, que o transforma em desenho. É preciso também escolher uma superfície plana do corpo e, depois, fazer a manutenção anual.

Uma amiga tinha um áudio da mãe, que morreu: "Independentemente de qualquer coisa, a mãe te ama". Ela tatuou isso. Há pessoas que tatuam o primeiro choro do bebê, por exemplo.