PUBLICIDADE
Topo

Whindersson Nunes critica Jair Bolsonaro em paródia: 'É pior que coronga'

Whindersson Nunes critica Jair Bolsonaro (sem partido) em paródia - Reprodução/Instagram
Whindersson Nunes critica Jair Bolsonaro (sem partido) em paródia Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

12/07/2021 23h56

Whindersson Nunes lançou, hoje, a paródia "Aplica Essa Vacina" sobre a pandemia do coronavírus. Na letra da música, o artista aproveitou para criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"O mito é pior que coronga [coronavírus]", fala Whindersson em determinado momento da faixa ao referenciar "mito" - apelido de Bolsonaro - ao Chefe de Estado.

O comediante ainda ironizou falas do presidente ao cantar "aplica essa vacina em mim / se eu virar jacaré, que se dane". Em um evento na Bahia, Bolsonaro comparou, sem base científica, eventuais efeitos colaterais da vacina da covid-19 com "virar jacaré e Super-Homem".

Além de criticar o presidente do Brasil, o humorista também questionou, de forma irônica, quem usa máscara facial de forma inadequada e não se importa com aglomeração. Ambas são medidas de segurança para conter a disseminação do vírus.

Ao final do clipe, dirigido por Felipe Castanhari, o artista ainda lamentou a perda de mais de 530 mil brasileiros para a covid-19: "Sinto profundamente pelas mais de 533 mil vidas perdidas no Brasil durante essa pandemia".

Os fãs de Whindersson se divertiram com a paródia - inspirada na música "M4", de Teto com Matuê - e interagiram com ele nas redes sociais. "Já grudou na mente, o hit é certo", elogiou uma internauta. "Você não erra nunca", falou outra.

O retorno do artista às redes sociais e ao trabalho é recente. Ele pausou a agenda após João Miguel, o primeiro filho com a noiva Maria Lina, morrer de forma prematura em maio.