PUBLICIDADE
Topo

Dublês denunciam ambiente inseguro no set da série 'O Senhor dos Anéis'

Dublê precisou passar por cirurgia no cérebro após acidente que não foi reportado pela Amazon - Reprodução/O Senhor dos Anéis
Dublê precisou passar por cirurgia no cérebro após acidente que não foi reportado pela Amazon Imagem: Reprodução/O Senhor dos Anéis

De Splash, em São Paulo

05/07/2021 11h33Atualizada em 05/07/2021 11h33

Dublês da série de "O Senhor dos Anéis", produção bilionária da Amazon Studios, denunciam condições de trabalho perigosas no set de gravações na Nova Zelândia.

O jornal New Zealand Herald passou a recolher diversos depoimentos anônimos depois da notícia de que a dublê Dayna Grant sofreu um aneurisma cerebral após um acidente no set que não foi reportado pela Amazon às autoridades locais responsáveis por garantir a segurança no trabalho.

Um dos entrevistados afirma que Dayna Grant, que tem experiência de 20 anos como dublê, sofreu o acidente após ser obrigada a fazer manobras com as quais não estava confortável. No entanto, o site Deadline faz uma ressalva: Dayna teria trabalhado em outras produções e não se comprovou a ligação entre o aneurisma e o acidente no set de "O Senhor dos Anéis".

No site da campanha em que a dublê pede doações para sua cirurgia de emergência, o nome da série não é citado: consta que ela "sofreu uma lesão no set de filmagens de uma grande produção".

Pelo menos dois outros dublês que trabalharam na produção sofreram acidentes graves que também não foram reportados às autoridades pela Amazon. Mais dois se afastaram das filmagens por lesões, e um por questões de saúde mental. Os profissionais entrevistados pelo jornal afirmam que suas queixas não são levadas a sério pelo supervisor de dublês.

Thomas Kiwi, que sofreu uma lesão no ombro, diz ter sido obrigado a continuar trabalhando por horas mesmo depois de avisar ao supervisor que os cabos que o seguravam não estavam montados adequadamente. Ele disse que foi o pior set em que já trabalhou:

Foi a produção com mais dinheiro envolvido, mas a forma como eles fazem tudo é muito insegura. Não é nada bom, especialmente com esse orçamento.

O orçamento impressiona: de acordo com o site The Hollywood Reporter, a primeira temporada vai custar US$ 465 milhões, o equivalente a R$ 3,27 bilhões na cotação atual.

Procurada pelo New Zealand Herald, a Amazon negou as acusações: "A Amazon Studios leva extremamente a sério a saúde e o bem estar físico e emocional do nosso elenco e equipe. Como prioridade máxima, a equipe de produção continua colaborando completamente com os padrões de segurança da Nova Zelândia. Qualquer alegação ou denúncia de que as atividades no set são inseguras ou não cumprem os protocolos são completamente falsas".