PUBLICIDADE
Topo

Milionário e no auge, Lucas Rangel recusaria o 'BBB': 'Não arriscaria'

Lucas Rangel
Lucas Rangel
Reprodução/Instagram

Mari Monts

De Splash, em São Paulo

23/06/2021 04h00

Lucas Rangel está no auge da carreira. O influenciador, que começou há sete anos na extinta plataforma Vine, hoje estende seu trabalho no YouTube, Instagram, TikTok e Twitter.

Além disso, se firmou nos negócios ao abrir as três produtoras: LR Contents & Eventos, LR Contents LLC e LR Studio & Films.

E quem administra tudo isso? Ele mesmo, sozinho! Splash conversou com Rangel —que acaba de assumir o namoro com Lucas Bley— sobre sua aposta como empresário e também outras cositas más (por exemplo, se ele toparia o convite para o "BBB").

Continua depois da publicidade
Imagina que loucura ter que lidar com tudo isso sozinho. Minha rotina é não ter rotina.

O milionário (ele entrou para o time) vai expandir os negócios e planeja a construção de um prédio tecnológico em Belo Horizonte, sua cidade natal. O edifício servirá de sede para as empresas, incluindo um estúdio, para que influenciadores possam produzir vídeos com recursos de última geração.

A ideia surgiu do meu pai, meu empresário, e da necessidade de expandir os negócios fisicamente e criativamente. Uma sede criativa, tecnológica, que vive e respira a era digital.

Vem aí?

Atualmente, Rangel emprega 16 funcionários. Mas com o prédio físico, esse número tende a crescer.

O influenciador já teve seu lugar ao sol na televisão, quando passou pelo SBT, no "Rangel, Câmera, Ação!", e Multishow, à frente do "Só Para Parodiar". Ele diz que não sonha com a TV, mas...

Continua depois da publicidade
Também não reclamaria se ganhasse um programa em horário nobre! Gosto de conteúdo de forma geral, em todos os formatos, online ou offline.

Rangel já recusou um convite para participar do "BBB 20". Mas será que ele toparia um novo convite?

"Depois dessa última edição e todo o ódio dilacerado nos participantes pela internet, não sei se arriscaria minha carreira para uma exposição assim, não."

Por falar em cancelamento e haters, Lucas diz que não se abala com isso, afinal, já são anos de experiência trabalhando na internet. Mas ele aprendeu uma lição.

"Ser autêntico e tomar cuidado com o que posta, porque na internet nada some depois de ir ao ar."

São quase 17 milhões no Instagram e mais de 10 milhões de inscritos no YouTube. Rangel faz uma reflexão sobre ter um número de seguidores tão alto.

Continua depois da publicidade
As pessoas estão cansadas de coisas 'plásticas', de conteúdos fakes ou forçados. Quem me segue, segue porque não vão me encontrar em nenhum outro perfil.