PUBLICIDADE
Topo

'Não sou bonzinho': Di Ferrero fala sobre rótulos com Tiago Abravanel

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/06/2021 04h00

É claro que música não faltou no encontro de Di Ferrero e Tiago Abravanel no "Sai da Caixa". Toda quarta-feira, às 11h, Abravanel recebe convidados para conversar e cantar músicas fora de seus repertórios tradicionais no Canal UOL.

Como um bom roqueiro que é, algum palpite sobre o estilo musical escolhido por Di? Acredite, ele foi para o lado sertanejo, assim como Thiaguinho quando passou por aqui. Já Priscilla Alcantara deixou o pop de lado e encarou o rock do Charlie Brown Jr.

Di - Reinaldo Canato/UOL - Reinaldo Canato/UOL
Di Ferrero participa do programa 'Sai da Caixa', com Tiago Abravanel
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

Rock sem transgressão

Durante a conversa, Di relembrou que em 2008, o NX Zero foi capa da Rolling Stones, onde foi abordado o rock sem transgressão: "As perguntas na época eram 'por que vocês não quebram o camarim?'", recordou o cantor contando a trajetória que tinham para desmistificar o comportamento de que bandas de rock precisavam estar envolvidos em encrencas, excessos e loucuras dentro e fora dos palcos.

A revista também mostrou como o politicamente correto NX Zero, se tornou a maior banda de rock popular brasileira do período. Dando, além da consagração, o título de 'bonzinho' para o vocalista.

Eu não sou bonzinho

Quanto ao rótulo de bonzinho, Di foi logo fazendo questão de falar e desabafar que odeia e não sente nenhum prazer de tê-lo, nem nos dias de hoje.

Eu odeio essa palavra, bonzinho. Eu não sou bonzinho. Bonzinho é uma palavra que eu associo como pejorativo. Eu sou um cara gente boa. Di Ferrero

Di - Reinaldo Canato/UOL - Reinaldo Canato/UOL
Di Ferrero participa do programa 'Sai da Caixa', com Tiago Abravanel
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

Só loucuras

Apesar de correr para desmistificar a fama conturbada dos roqueiros, Di revelou para Tiago um pouco do que rolava nos bastidores do início da banda: "Só loucura, droga pra cacete", contou.

Eu lembro do primeiro festival, a gente entrou no camarim de uma banda, que eu não vou falar [o nome], colocaram um espelho na mesa e o cara pegou muito pó, cocaína, jogou e fez: 'vai lá todo mundo'. Eu lembro também de um cara, de uma banda: 'você não precisa ir' e os caras 'vai lá, cola lá Di, qual o problema? Di Ferrero

O que parecia bizarro, se tornou rotineiro na vida profissional dele: "Eu ficava ali, o tempo inteiro com todo mundo. Então era normal para mim conviver com isso", revelou.

Di - Reinaldo Canato/UOL - Reinaldo Canato/UOL
Di Ferrero se apresenta no programa 'Sai da Caixa', de Tiago Abravanel
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

"Quando eu ia dizer que estava apaixonado, recebi o convite do seu casamento"

Por essa ninguém esperava! Como um bom roqueiro, e vocalista da banda vencedora do Grammy Latino de melhor álbum de rock brasileiro, Di Ferrero escolheu dois sertanejos, de épocas e estilos diferentes, para soltar a voz com Tiago Abravanel.

"É um hit, mas não é um clássico", brincou o apresentador ao saber que ele cantaria "O Grande Amor da Minha Vida (Convite de Casamento)", sucesso com a dupla Gian e Giovani e logo quis saber de onde vinha a inspiração.

Eu me lembro de uma fase, eu lembro da minha família, da minha mãe colocar no carro e falar 'olha essa letra'. Eu começava a ouvir essa música escondido dos meus amigos. Eu não falava que gostava (...) Ele é muito boa, eu deveria ter uns 11, 12 anos. Di Ferrero

di - Reinaldo Canato/UOL - Reinaldo Canato/UOL
Tiago Abravanel recebe Di Ferrero no programa 'Sai da Caixa'
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

É o fim daquele medo bobo

Dos anos 90 aos dias de hoje. Di Ferrero se derreteu ao falar de um dos sucessos das irmãs Maiara e Maraisa: "Primeira coisa, que música linda", começou o cantor relembrando a primeira vez que ouviu "Medo Bobo": "A melodia... Foi uma coisa bem musical". E mais uma vez, um papo com a mãe.

Em casa, minha mãe escuta todas do Fábio Jr, do José Augusto. Ela é brega, no bom sentido, tem muita música boa. Eu falei: 'mãe, já ouviu essa?' Aí ela: 'Que música boa, vai entrar na minha playlist'. Depois a letra, você vê que é uma pessoa que tem medo de se soltar, de deixar fluir. Di Ferrero

Antes de soltar a voz, Di continuou a análise enaltecendo o fato de a melodia ser baixa com a letra bem para frente. "Contraponto da melodia com a letra", finalizou Tiago.

di - Reinaldo Canato/UOL - Reinaldo Canato/UOL
Tiago Abravanel recebe Di Ferrero no programa 'Sai da Caixa'
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

"Sai da Caixa" toda quarta-feira, às 11h:

  • 2 de junho - Thiaguinho
  • 9 de junho - Priscilla Alcantara
  • 16 de junho - Di Ferrero
  • 23 de junho - Naiara Azevedo
  • 30 de junho - Negra Li
  • 7 de julho - Gloria Groove
  • 14 de julho - Dudu Nobre
  • 21 de julho - Wanessa Camargo
  • 28 de julho - Péricles
  • 04 de agosto - Supla

Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui.