PUBLICIDADE
Topo

Scarlett Johansson relata sexualização de personagem em 1° filme na Marvel

Cena do filme "Viúva Negra", estrelado por Scarlett Johansson - Reprodução
Cena do filme "Viúva Negra", estrelado por Scarlett Johansson Imagem: Reprodução

Colaboração para o Splash, em São Paulo

17/06/2021 18h25Atualizada em 17/06/2021 18h28

Com a proximidade da estreia de "Viúva Negra" nos cinemas e na Disney+, Scarlett Johansson tem falado em entrevista sobre o filme e a personagem que interpreta há 10 anos — especificamente, desde "Homem de Ferro 2". A atriz relembrou a forma como Natasha Romanoff foi sexualizada em sua primeira aparição nas telas.

"Terei 35 anos e sou mãe e minha vida é diferente. Obviamente, 10 anos se passaram e coisas aconteceram e eu tenho uma compreensão muito diferente e mais evoluída de mim mesma. Como mulher, estou em um lugar diferente na minha vida, sabe? E me senti mais indulgente comigo mesma, como mulher, e não - às vezes provavelmente não o suficiente. Estou me aceitando mais, eu acho. Tudo isso está relacionado ao afastamento do tipo de hiper-sexualização desse personagem", começou ela em entrevista para a "Collider".

Você olha para trás, para 'Homem de Ferro 2' e, embora tenha sido muito divertido e tenha tido muitos momentos ótimos, o personagem é muito sexualizado, sabe? Realmente falada como se ela fosse um pedaço de algo, como uma posse ou uma coisa, ou o que quer que seja — como um pedaço de bunda, na verdade. E Tony (Stark, personagem de Robert Downey Jr) até se refere a ela como algo assim em um ponto. O que ele diz? 'Eu quero um pouco'.

Ela prosseguiu: "Em um ponto ele a chama de pedaço de carne, e talvez naquele momento isso tenha realmente parecido um elogio. Você sabe o que eu quero dizer? Porque meu pensamento era diferente. Talvez eu até tivesse, sabe, minha própria autoestima provavelmente foi medida em relação a esse tipo de comentário ou, como muitas moças, você assume o seu próprio valor e entende seu próprio valor".

Segundo ela, a situação se alterou de uns anos para cá. "Está mudando agora. Agora as pessoas, garotas, estão recebendo uma mensagem muito mais positiva, mas tem sido incrível fazer parte dessa mudança e poder sair do outro lado e fazer parte daquela velha história, mas também do progresso. Evoluir. Eu acho muito legal", relatou.

"Viúva Negra", filme solo da personagem de Scarlett, tem a direção de Cate Shortland, e é co-estrelado por Florence Pugh e David Harbour. A estreia nos cinemas e no Premier Access do Disney+ acontece no dia 9 de julho.