PUBLICIDADE
Topo

Morre o trombonista Raul de Souza, aos 86 anos, na França

Raul de Souza morreu aos 86 anos vítima de câncer - Reprodução/Instagram
Raul de Souza morreu aos 86 anos vítima de câncer Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

14/06/2021 10h06Atualizada em 14/06/2021 18h38

O compositor e trombonista carioca Raul de Souza morreu ontem, aos 86 anos, na França, vítima de um câncer.

Uma das referências no jazz, a morte de Raul foi anunciada pela família através das redes sociais.

Com muita dor a família comunica o falecimento de Raul de Souza, hoje à noite, na França. Guerreiro, como sempre, lutou até o final de suas forças contra o câncer.

Em janeiro, ele teve alta hospitalar após três meses internado.

Raul chegou a gravar com Milton Nascimento e tocou ao lado de Baden Powell, Sivuca e Sérgio Mendes.

Ele lançou seu primeiro disco solo em 1965, chamado "À Vontade Mesmo" — o primeiro disco que gravou foi em 1957, na banda Turma da Gafieira.

Ele se mudou para a França ainda nos anos 90. O músico ficou marcado pela invenção do instrumento "Souzabone" — um tipo específico de trombone elétrico — e pelo improviso no jazz e samba-jazz.

O nosso herói brasileiro partiu para eternidade, deixando pra todos seu maior legado, sua música. Agradecemos imensamente o apoio que todos vocês sempre manifestaram.

De acordo com os familiares de Raul, o corpo será cremado na França e as cinzas devem ser levadas para o Brasil para serem depositadas no túmulo da família.