PUBLICIDADE
Topo

Humorista bomba debochando de recusas à vacina da Pfizer; saiba quem é

O Esse Menino, em sua esquete da 'Pifaizer'
O Esse Menino, em sua esquete da 'Pifaizer'
Reprodução/Instagram

Gabriel Nanbu

De Splash, em Santos

12/06/2021 04h00

Aqui quem fala é a 'Pifaizer', e as vacinas estão no grau, mami!

Está por fora quem não viu esta semana o vídeo do humorista Esse Menino fazendo graça com os e-mails enviados ao governo pela farmacêutica Pfizer, com ofertas da vacina para a covid-19, e ignoradas.

Tá tudo bem se você não viu. Aqui está a esquete (de nada, que é isso):

Continua depois da publicidade

O sucesso do vídeo fez com que o humorista saltasse dos 40 mil seguidores para os 320 mil em dois dias (nada mal). Ele recebeu elogios gargalhosos de gente famosa como Fernanda Souza, Grazi Massafera, Kéfera, Preta Gil e Duda Beat.

Eu ri com vontade de chorar! Belíssima atuação e roteiro sensacional! Você é bom pra carai.
Fernanda Souza, sobre o 'vídeo da Pifaizer'

O artista, que tem 24 anos e é natural de Teófilo Otoni (MG), tem outros fãs famosos: Ingrid Guimarães, Bruno Gagliasso, Bruna Marquezine, Carolina Dieckman, Fábio Porchat, Fernanda Paes Leme e por aí vai. Chique!

'Orgulho boiolão'

Esse Menino se descreve com orgulho como "um eterno boiolão". Ele produz humor na internet desde 2018 e faz questão de se posicionar politicamente contra o governo de Jair Bolsonaro e pelos direitos da população LGBTQIA+.

Continua depois da publicidade

Aliás, ele recebeu ataques homofóbicos na rede social depois de publicar sua esquete bombástica, mas nem se abalou. Nos stories, explicou que está acostumado com difamações.

Ser um grande homossex é um dos pilares mais fortes na minha vida, junto com minha família e meus amigos e a comédia. Sou inabelável. Tem de ralar muito para tirar meu sono.
Rafael Chalub, Esse Menino

O artista faz stand-up e conta que "saiu do armário" aos 13 anos, encarando o conservadorismo de Teófilo Otoni, interior de Minas, onde cresceu.

Um dos carros chefes de seu canal é falar sobre o cotidiano, as aventuras e os perrengues "da bicha moderna".

Artista completo

Hoje roteirista e humorista, Rafael cursou a faculdade de cinema e audiovisual até 2015. Fez quatro semestres, desistiu da vida acadêmica, mas prosseguiu criando.

Continua depois da publicidade

Além do talento dramático, o cara canta bem demais e lançou alguns subhits da internet antes da esquete da Pfizer. Um deles foi "Sofrência de Passiva", proibido para menores de 18, elogiado por Pabllo Vittar.

"Sofrência de Passiva"

Parabéns aí para a mana que arrasou no forró da chuca.
Pabllo Vitar, sobre 'Sofrência de Passiva'

Fama repentina

Até pouco tempo, Esse Menino estava penando para conseguir trabalho e profetizou:

Aproveite agora porque é rápido, fácil e barato. Porque quando eu ficar famoso, aí vocês vão tentar e não vão conseguir. Que pena!

Continua depois da publicidade

Splash está na tentativa de marcar um bate-papo com nosso menino favorito, mas está difícil. Rapaz, atende o telefone, checa o inbox, please.