PUBLICIDADE
Topo

'O Legado de Júpiter': as diferenças entre a série da Netflix e a HQ

Grace (Leslie Bibb), Sheldon (Josh Duhamel) e Walter (Ben Daniels) em 'O Legado Júpiter'
Grace (Leslie Bibb), Sheldon (Josh Duhamel) e Walter (Ben Daniels) em 'O Legado Júpiter'
Reprodução/Netflix

Gabriel Nanbu

De Splash, em Santos

22/05/2021 04h00

"O Legado de Júpiter", aposta da Netflix no gênero de super-heróis (e mais especificamente no de super-heróis problemáticos), mostrou a que veio e chegou ao topo dos mais vistos da plataforma no Brasil.

Quem acompanhou a série, que estreou no começo do mês, pode estar se perguntando: e como são os quadrinhos que o originaram? Quais as diferenças na trama? Pois a gente te ajuda com essas questões, camarada.

Continua depois da publicidade
Spoiler - Arte UOL - Arte UOL
Alerta de Spoiler Splash
Imagem: Arte UOL

O que são os quadrinhos "O Legado de Júpiter"?

Escrito por Mark Millar (responsável também por "Guerra Civil" e "Kick-Ass") e desenhado por Frank Quitely ("New X-Men"), "O Legado de Júpiter" é uma série de dez HQs lançada em 2013.

A trama acompanha um grupo de super-heróis envelhecidos, liderados por Sheldon Sampson, que usaram seus poderes ao longo da vida para garantir o bem da humanidade, sob um rígido código de conduta.

Reprodução/Image Comics - Reprodução/Image Comics
Brandon e Chloe na capa do primeiro número das HQs
Imagem: Reprodução/Image Comics

Seus filhos, igualmente poderosos, porém, sofrem para atender às expectativas para seguir o legado.

E isso quer dizer: conflitos e drama à vista.

Continua depois da publicidade
Eu adoro super-heróis, e de todas as histórias de super-heróis que eu escrevi, essa é minha favorita.
Millar, em papo com Roberto Sadovski, colunista de Splash

Mark Millar participou das decisões na adaptação do roteiro, mas a verdade é que nem todos os fãs gostaram das mudanças.

Dito isso, vejamos as principais diferenças das HQs para a série.

Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Brandon (Andrew Horton) até tenta ser um bom herói na série da Netflix
Imagem: Reprodução/Netflix

Brandon menos 'do mal'

Filho dos super-heróis da primeira geração Sheldon Sampson (Josh Duhamel) e Grace (Leslie Bibb), Brandon (Andrew Horton) sofre grande pressão para cumprir as expectativas dos pais, tanto na série quanto nas HQs. Mas há diferença no desenvolvimento do personagem.

Enquanto na TV Brandon é um cara que se esforça para ser um bom herói e até gosta do pai, nos quadrinhos ele é, logo de início, um sujeito mau, insensível e egoísta.

Continua depois da publicidade
Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
A jornada à ilha misteriosa tem muito mais importância na série
Imagem: Reprodução/Netflix

Viagem à ilha

A jornada da primeira geração de heróis à misteriosa ilha onde ganham seus poderes é contada em apenas sete páginas das HQs, mas ganha uma importância bem maior na série. As visões de Sheldon sobre o pai e muitos outros detalhes foram escritos só para incrementar a história.

Mark Millar explicou, em entrevista ao site Radiotimes, que o objetivo de expandir a importância da viagem foi o de prestar homenagem a clássicos da ficção científica como "Contatos Imediatos de Terceiro Grau" e "2001: Uma Odisseia no Espaço".

Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Blackstar (Tyler Mane) é clonado na série, o que não acontece nos quadrinhos
Imagem: Reprodução/Netflix

O papel de Blackstar

O supervilão Blackstar (Tyler Mane) busca vingança contra a família Sampson e tem bastante tempo de tela na série, mas é um personagem menor nos quadrinhos. A monstruosa criatura aparece brevemente no primeiro número das HQs e é rapidamente detida pelos heróis.

Continua depois da publicidade

O filho de Walter

Uma ausência importante na série foi percebida pelos fãs das HQs: Jules, fillho de Walter Sampson (Ben Daniels). Nas revistas, Jules é expulso da União da Justiça pelo tio, Sheldon, por namorar uma garota que salvou. Esse é um dos motivos pelos quais Walter se vira contra o irmão.

Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Chloe Sampson (Elena Kampouris) e Hutch (Ian Quinlan) em 'O Legado de Júpíter'
Imagem: Reprodução/Netflix

Hutch e Chloe

A filha de Sheldon, Chloe Sampson (Elena Kampouris), e o filho do vilão George Hutchence (Matt Lanter), Hutch (Ian Quinlan), estão juntos desde o começo da história nos quadrinhos. Todo o início do romance dos pombinhos, portanto, foi escrito especificamente para a série.

E outro detalhe importante: nas HQs, o casal tem um filho, Jason, que tem superpoderes e herda o gosto por salvar pessoas.

Creative Commons - Creative Commons
Mark Millar, autor de 'O Legado de Júpiter'
Imagem: Creative Commons
Continua depois da publicidade

E o que vem em seguida?

Apesar de a série não ter uma segunda temporada confirmada oficialmente, Mark Millar já disse, em entrevista ao site Comicbook, que a equipe criativa da série já planeja os novos episódios.

Já sabemos para onde estamos indo. As HQs são um bom modelo. Temos um plano duro, mas sabemos que tudo depende de o público responder da forma que esperamos que responda.
Mark Millar

Há a expectativa de que, na continuação da série, alguns arcos se desenvolvam, como por exemplo a transformação de Brandon no verdadeiro vilão dos quadrinhos e o nascimento do filho de Hutch e Chloe.

É esperar para ver!