PUBLICIDADE
Topo

Por que as pessoas se chocaram e estão deixando de assistir a 'Them'?

"Them": série divide opinião do público por cenas muito violentas
"Them": série divide opinião do público por cenas muito violentas
Instagram/Reprodução

Daniel Palomares

De Splash, em São Paulo

18/05/2021 04h00

O burburinho em torno da estreia de "Them" no último mês na Amazon Prime foi justificado. Depois de produções como "Get Out" (2017) e "Lovecraft Country" (2020), obras que misturam terror e crítica social ganham cada vez mais espaço entre o público.

Em "Them", uma família negra se muda do sul dos EUA para a Califórnia na década de 1950, fugindo de traumas do passado e se deparando com a perseguição de vizinhos racistas e uma aparição sobrenatural. Parecia promissor...

Porém, muita gente não está conseguindo assistir à série. Splash Explica.

Continua depois da publicidade

Passou do ponto?

Sabemos que não é fácil assistir a filmes e séries que abordem temas tão delicados quanto o racismo. Tente se colocar no lugar de uma pessoa negra tentando ver cenas nas quais outros negros são xingados, humilhados ou até mesmo torturados.

"Them" é cheia desse tipo de cena. Ao acompanhar a trajetória da família Emory, nos deparamos constantemente com passagens de extrema humilhação e violência. Sim, o racismo é violento e humilhante, mas será que tudo isso precisa mesmo ser retratado dessa forma?

A mesma discussão acontece com cenas de estupro, que geram inúmeros gatilhos para mulheres, ou então de violência contra pessoas LGBTQ+. A realidade é realmente dolorosa, mas como retratá-la sem que se torne quase insuportável de continuar assistindo?

Continua depois da publicidade

'Pornô de tortura'

Quando um filme ou série abusa de cenas gráficas e violentas, geralmente se classificam como "torture porn" ou pornô de tortura. É como se ver os personagens sofrendo o tempo inteiro gerasse algum tipo de prazer para o diretor, que intensifica as cenas cada vez mais gráficas.

Franquias inteiras de terror como "Jogos Mortais" ou "Premonição" se baseiam nisso. O público espera para ver cada uma das mortes e quanto mais sangue derramado, melhor.

fednvfenen - ALAMY Image caption  - ALAMY Image caption
As franquias 'Jogos Mortais' e 'O Albergue' introduziram, em meados dos anos 2000, um novo estilo de terror, retratando 'crimes de tortura' com ênfase em mutilações
Imagem: ALAMY Image caption

Porém, quando estamos falando de temas sociais como o racismo e a misoginia, é realmente de bom tom pesar a mão nesse tipo de cena? A troco do quê os personagens serão submetidos a tantas situações horríveis?

A partir daqui, o texto contém spoilers de 'Them'

spoiler - Arte UOL - Arte UOL
Alerta de Spoiler Splash
Imagem: Arte UOL
Continua depois da publicidade

A gota d'água

"Them" já demonstra que será difícil de acompanhar logo nos primeiros capítulos, com tantos xingamentos e humilhações. Nós sabemos que os Emory deixaram o Sul após um grande trauma, mas só vamos descobrir o que realmente aconteceu no quinto episódio.

Enquanto seu marido não estava em casa, Lucky, a matriarca dos Emory é surpreendida pela visita de uma velha senhora branca. Ela canta uma música com dizeres racistas enquanto conversa com ela e pergunta sobre seu bebê, um menino de meses de idade.

Com medo, Lucky corre para dentro de casa e tenta esconder o filho para que ninguém faça mal a ele. A casa então é invadida pela senhora branca acompanhada de outros homens brancos. Eles rendem Lucky e encontram o seu bebê.

grfgre - Instagram/Reprodução - Instagram/Reprodução
Deborah Ayorinde em cena como Lucky em "Them"
Imagem: Instagram/Reprodução
Continua depois da publicidade

E então a cena mais violenta e horripilante da série acontece: Lucky é estuprada pelos homens, enquanto assiste seu filho pequeno ser sufocado em uma sacola de pano e atirado de um lado pro outro da sala, como se fosse um brinquedo.

O que é inferido é sempre mais assustador do que o que é mostrado. Essa cena veio de um pesadelo. Estava apavorado. Nós queríamos mostrar como esse crime no centro da história se relaciona com a violência contra negros no país.

Little Marvin, criador da série, para o "Collider"

rfdgfdg - Instagram/Reprodução - Instagram/Reprodução
A família Emory em "Them"
Imagem: Instagram/Reprodução

Você deve assistir?

Isso é uma escolha de cada um. Os relatos nas redes sociais de espectadores que não aguentaram ir até o final de "Them" são recorrentes. Até mesmo a crítica especializada se dividiu na hora de avaliar a série.

"A série não se importa com pessoas negras. Só sabe fazer terror com a dor que a gente vive", disse Angelica Jade Bastién à "Vulture". "Eu queria desligar a TV. Temos algum descanso?", disse Micha Frazer-Carroll ao "The Independent UK". Ambas as jornalistas são mulheres negras.

Continua depois da publicidade

"Them" pode ter muitas virtudes, incluindo o elenco, a produção caprichada e a relevância de sua narrativa. Mas é uma tarefa custosa demais conseguir chegar ao final, mesmo em só 10 episódios. Eu não consegui. Para você, vale a pena tentar?