PUBLICIDADE
Topo

Anitta lembra 'perrengues' da carreira: 'Acham que comecei no jatinho'

Anitta no clipe de "Girl From Rio" - Mar + Vin/Divulgação
Anitta no clipe de 'Girl From Rio' Imagem: Mar + Vin/Divulgação

De Splash, em São Paulo

14/05/2021 09h54

Anitta não se esquece das dificuldades do começo da carreira só por causa do sucesso que faz hoje em dia. Em entrevista ao jornal O Globo, ela contou que já chegou a fazer vários shows no mesmo dia, em locais diferentes do país.

[Fiquei] a ponto de dormir no avião comercial. Durante dez anos, fiz muita coisa: bailes de favela, festas de casamento e 15 anos, grandes eventos, festivais, Olimpíada. As pessoas imaginam que minha carreira começou num jatinho e cheia de glamour. Isso foi acontecer faz pouco tempo."
Anitta lembra 'perrengues'

Paradas não são tudo

Refletindo sobre seus objetivos na carreira internacional, recentemente impulsionada pelo lançamento de "Girl From Rio", Anitta considerou que o mercado fonográfico ainda é muito apegado às paradas de sucesso (como a Billboard norte-americana), mas que elas não são sua principal métrica.

[Paradas] existem, mas não foco meu trabalho nelas. Tenho sido cuidada por um time excelente fora do país. Feito coisas grandiosas e que, para mim, são importantes como artista. Programas de rádio e TV em que jamais sonhei em estar, prêmios internacionais, eventos, campanhas e parcerias para a vida."
Anitta sobre carreira internacional

Para a cantora, o principal objetivo é fazer um trabalho "lindo e do jeitinho que ela pensou". O compromisso com a qualidade, refletiu Anitta, foi a chave para qualquer medida de sucesso que conseguiu fora do Brasil — além do apelo do funk, é claro.

"Ter apostado sempre no funk, um ritmo envolvente, pode ser um dos meus pilares também. A ponto de a Madonna me chamar para cantar funk em seu último álbum. E assim as coisas foram acontecendo", disse.

Em defesa de 'Girl From Rio'

A cantora ainda rebateu alguns críticos de seu trabalho recente, que consideraram que "Girl From Rio" não traz uma musicalidade brasileira como o prometido — apesar do sample do clássico "Garota de Ipanema".

A brasilidade não está somente na melodia, que é conhecida no planeta inteiro, devido ao legado e genialidade de Tom Jobim, mas sim na letra, que fala sobre o Rio de Janeiro sob a minha perspectiva. E também no clipe, que dispensa explicações."
Anitta defende 'Girl From Rio'