PUBLICIDADE
Topo

Batista confessa choro no 'Mestre do Sabor' e diz qual programa teria na TV

João Batista diz que gostaria de fazer um programa gastronômico infantil
João Batista diz que gostaria de fazer um programa gastronômico infantil
Reprodução/Instagram

Gabriel Nanbu

De Splash, em Santos

08/05/2021 04h00

João Batista, 56 anos, braço direito do chef Claude Troisgros na cozinha —no "Mestre do Sabor" e na vida—, diz que nunca imaginou estar na televisão. Hoje, depois de 15 anos, diz amar fazer TV e que, se tivesse um programa próprio, seria com crianças.

Batista estreou com Claude, na quinta-feira, a terceira temporada de "Mestre do Sabor" (TV Globo, após a novela "Império") e diz que as gravações foram emotivas.

Continua depois da publicidade
Reprodução/ TV Globo - Reprodução/ TV Globo
Claude Troisgros e João Batista no 'Mestre do Sabor'
Imagem: Reprodução/ TV Globo
Fiquei com frio na barriga para a estreia. Temos muitos participantes do Norte e do Nordeste, valorizando pequenos produtores. Eu e o Claude nos emocionamos e choramos muito.
João Batista
Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
João Batista se orgulha das raízes paraibanas
Imagem: Reprodução/Instagram

Sucesso na TV

Batista, que começou na cozinha aos 17 anos como lavador de louça no restaurante carioca Jardim Botânico (hoje chamado Olympe), de Claude, já está há quase 40 anos ao lado do chef francês.

Sua estreia na TV também foi ao lado do patrão. E aconteceu meio que por acaso.

Reprodução/ GNT - Reprodução/ GNT
Claude e Batista no "Que Marravilha!"
Imagem: Reprodução/ GNT
Continua depois da publicidade

Em 2006, Claude apresentava o "Menu Confiança" (GNT), e Batista era responsável pelo pré-preparo das receitas. Ele era sempre acionado por Claude, e as interações na frente das câmeras acabaram conquistando o público. A dupla repetiu a parceria em "Que Marravilha!" (GNT) e no "Mestre do Sabor".

Eu nunca pensei em trabalhar na televisão. Foi por acaso mesmo. Como trabalhava com o Claude no restaurante, fui entrando aos poucos, e as pessoas gostaram.
João Batista
Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Batista tem cozinhado em casa com o filho, Bernardo, de 2 anos
Imagem: Reprodução/Instagram

Programa solo?

Questionado que tipo de programa faria na TV se tivesse carta branca, Batista não titubeou: "um programa com crianças".

Pai de Bernardo, de 2 anos, o chef se lembra com carinho de quando, em 2015, ele e Claude fizeram o "Que Marravilha! Chefinho", em que ensinavam cozinha para crianças.

Eu me divirto muito com crianças. Já tive um projeto chamado Oficina do Batista, em que ensinava crianças a fazer massas, bolinhos de chocolate, trufas. É muito gostoso.
João Batista
Continua depois da publicidade

Ele, no entanto, acredita que não teria coragem de fazer o programa sozinho.

Eu e Claude temos uma interação tão boa que acho que diria, 'tudo bem, mas tem de ser com o Claude'.

João Batista

Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Batista e Claude Troisgros: parceria de quase 40 anos
Imagem: Reprodução/Instagram

Telespectador

O cozinheiro diz que gosta de assistir à TV e acredita que há, hoje, "muitos programas de gastronomia bons, em que as pessoas aprendem muito".

Além disso, quando tem tempo, vê programas de entretenimento como o "BBB 21". Ele acompanhava o reality show global e estava na torcida por Juliette, sua conterrânea.

Reprodução/ TV Globo - Reprodução/ TV Globo
Os perrengues na xêpa do BBB estariam resolvidos com Batista no programa
Imagem: Reprodução/ TV Globo
Continua depois da publicidade

O chef, inclusive, tem boas ideias para fazer pratos gastronômicos com os ingredientes "pouco nobres" da cozinha da xêpa.

A moela é boa, mas tem de cozinhar direito para não ficar borrachuda. A rabada é versátil: faria risoto com ela. O fígado, você passa no leite para tirar o cheiro e come como bife.
João Batista
Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Batista não deixa de lado sua origem nordestina na cozinha
Imagem: Reprodução/Instagram

Humildade

Batista mora na comunidade da Rocinha desde 1984 e não pretende sair de lá tão cedo. Ele explica que todos os seus amigos são de lá e se sente querido pelos vizinhos.

Ele frequenta bares da redondeza e diz que não se importa em ser abordado nas ruas. Pelo contrário.

Eu tiro foto com todo mundo, não me escondo. Adoro trocar receitas na rua. Às vezes, a pessoa tem uma receita ótima da avó, que mora no Ceará. É uma troca.
João Batista
Continua depois da publicidade

Questionado sobre algum lado negativo da fama, ele pensa brevemente e responde:

Acho que não tem nenhum lado negativo, não.