PUBLICIDADE
Topo

Surdos têm comunidade no Insta, fazem conteúdo e querem visibilidade

Gabriel Isaac é surdo e influenciador no Instagram
Gabriel Isaac é surdo e influenciador no Instagram
reprodução/Instagram

Gabriel Nanbu e Ana Carolina Silva

De Splash, em São Paulo

24/04/2021 04h00

Já parou para reparar?

Quantos surdos você vê na grade de programação da TV? E quantos interpretam papéis em séries e novelas? A resposta deve ser "não lembro" ou "zero". Em pleno século 21!

Apesar de 'invisíveis' para o grande público, surdos e deficientes auditivos querem mudar essa realidade.

Eles têm ocupado espaço nas redes sociais, produzido conteúdo e pretendem reivindicar seu lugar na grande mídia.

Continua depois da publicidade

Quem não ouve precisa ser ouvido.

GOCMEN/iStock/Getty Images - GOCMEN/iStock/Getty Images
Imagem: GOCMEN/iStock/Getty Images

A proporção de surdos e deficientes auditivos no Brasil é maior do que imagina. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), 5% da população é deficiente auditiva: são dez milhões de pessoas.

Dessas, 2,7 milhões possuem surdez profunda: não escutam nada.

Há ainda uma longa luta pela frente. Foi apenas em 2002 que a lei brasileira reconheceu a língua brasileira de sinais (Libras) como meio legal de comunicação e expressão.

De acordo com dados do Instagram, a hashtag #ComunidadeSurda agrupa mais de 56 mil publicações na rede social, enquanto a #LinguaDeSinais já contabiliza mais de 64 mil posts, mostrando a relevância que o assunto vem conquistando na plataforma.

Leo Castilho, 32 anos, surdo desde os 8 meses, tem mais de 43 mil seguidores.

Educador, performer, artista, produtor, poeta e funcionário do Museu de Arte Moderna de São Paulo (ufa!), ele defende que surdos podem e devem ocupar um papel importante na sociedade. A maior barreira é a língua.

Continua depois da publicidade
Eu sei que as empresas, nas redes sociais, estão trabalhando para obrigar a 'acessibilizar' porque é uma necessidade. As pessoas surdas são consumidoras e são muitas.
Leo Castilho, influenciador
Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Leo Castilho tem 32 anos e é surdo desde os 8 meses de idade
Imagem: Reprodução/Instagram

Ele usa seu Instagram para participar de desafios no reels, produzir conteúdo de comédia e educar seus seguidores sobre a comunidade surda de maneira descontraída.

Muitos se envergonham por causa da sociedade. Minha comunidade tem muitas pessoas, entre surdos, ouvintes e pais, que querem referências, artistas surdos brasileiros.

Leo luta pelo que chama de 'acessibilidade transversal'.

Ou seja, ele defende que igualdade não é só ter intérpretes de libras e descrição textual em vídeos, mas também dar oportunidade para pessoas surdas produzirem conteúdo e, de modo geral, serem ouvidas.

Continua depois da publicidade

Até na música!

Gabriel Isaac, 24 anos, é outro produtor de conteúdo. Ele começou no YouTube, mas logo percebeu que a comunidade surda ganhava volume no Instagram e bombou depois de traduzir a música "Modo Turbo", de Luísa Sonza, Pabllo Vitar e Anitta, para a língua de sinais.

Podemos ser protagonistas da nossa comunidade e produzir entretenimento. Estamos quase todos os dias em live porque, para a gente, televisão não é entretenimento.
Gabriel Isaac

No Carnaval de 2019, ele recebeu um convite de Anitta para subir no trio elétrico e interpretar canções dela. Para Gabriel, a música não deve ser entretenimento apenas de ouvintes; afinal, música é sentimento e emoção para todo mundo.

Reprodução/ Instagram - Reprodução/ Instagram
Gabriel explica que se sente pouco atraído pelo entretenimento da TV
Imagem: Reprodução/ Instagram
Continua depois da publicidade
A gente participa da sociedade e precisa ter referências. É uma questão de entender que a gente pode ocupar esse espaço e que somos capazes.
Gabriel Isaac

Ele espera que os surdos, no futuro, ocupem um espaço maior.

Os surdos não comandam programas e nem quadros na TV. As pessoas acham que não funciona, já que nunca tentaram, então não temos essa referência. É preciso dar esse primeiro passo.

Gabriel Isaac

Mergulhe no universo surdo com mais perfis: