PUBLICIDADE
Topo

Sem shows, Jorge e Mateus investiram em disco e descanso durante a pandemia

Jorge e Mateus na gravação do disco e DVD 'Tudo em Paz'
Jorge e Mateus na gravação do disco e DVD 'Tudo em Paz'
Divulgação

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

24/04/2021 04h00

Eles são um dos artistas mais ouvidos do país, tinham shows sempre lotados e chegavam a fazer até 30 apresentações por mês. De repente, a pandemia obrigou a dupla Jorge e Mateus a desacelerar. Há dois dias eles lançaram o disco "Tudo em Paz", que reflete a surpreendente "calmaria" do último ano.

Continua depois da publicidade

Em entrevista a Splash, Jorge falou sobre os desafios dessa nova fase:

Está sendo complicado. A gente faz uma coisa há tanto tempo, aquilo é parte da nossa vida: encontrar as pessoas e cantar para elas. Ser privado disso por uma doença nos entristece.
Jorge

Para não serem tomados pelo desânimo que pegou a maioria das pessoas que teve que mudar bruscamente a rotina, Jorge e Mateus seguiram trabalhando. De uma forma diferente. Além das lives, que bombaram especialmente no começo da pandemia, eles conseguiram mergulhar de cabeça na produção do novo disco.

A gente ainda se sente muito produtivo. Eu adoro fazer o que eu faço. Cantar, estar no palco, amo a música. O que nos alimenta durante todo esse tempo é o amor ao que a gente faz.
Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação
Continua depois da publicidade

Com 15 faixas, "Tudo em Paz" tem música "para todos os momentos", como destaca o próprio Jorge, e a essência da dupla que os fãs já conhecem e amam. Mas o próprio nome do projeto e algumas letras também refletem o novo momento.

Ainda bem que você ligou pra saber se eu 'tô' bem. Ainda bem que você tá ligando pra saber se eu 'tô' bem. Vou falar pra você. Tirando a falta que 'cê' faz, no mais tá tudo em paz.
Trecho de 'Tudo em Paz', canção que abre o disco novo

O período de isolamento deixou a dupla mais reflexiva e proporcionou momentos de descanso que antes eram raros. Jorge conta que, depois de quinze anos de estrada, eles aproveitaram a maturidade musical que conquistaram e conseguiram "mergulhar um pouco mais de cabeça" nesse novo disco.

A gente ouve as coisas de uma forma diferente, pensa de uma forma diferente. Foi bem gostoso poder fazer isso sem pressão de viajar, sentindo mais as músicas. Nos envolvemos muito.<div id="uolpd-video-inarticle"></div>
Continua depois da publicidade

Tamanho envolvimento refletiu ainda na seleção do repertório, que além do romance, traz também mensagens de esperança e positividade ao público.

Não reclame de barriga cheia, porque no fundo isso atrapalha. Positividade na cabeça. Amor e fé, precisa de mais nada. O amor está em todo lugar.
Trecho da música 'Tem Que Sorrir'

Ciente das mudanças e reflexões que a pandemia gerou no mundo todo, Jorge hoje agradece pelo bem mais precioso que qualquer um pode ter nesse momento: a saúde. Apesar da falta que os shows fazem para a dupla, é isso que faz ele ficar em paz.

O que me deixa em paz é saber que a minha família está toda bem, com saúde. Saber que estão todos bem é a coisa que mais me deixa em paz sem dúvida alguma.<div id="uolpd-video-inarticle"></div>
Continua depois da publicidade
Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Gravado ao vivo em Pirenópolis (GO), em setembro de 2020, o disco "Tudo Em Paz" já está disponível nas plataformas de streaming. A única parceria do projeto é uma música com a rainha da sofrência, Marília Mendonça, em "Me Ame Mais". Os videoclipes do projeto também vão entrar no YouTube da dupla.